Neymar, que ficou fora da lista dos dez indicados ao título de melhor do mundo desse ano e que, junto com restante da seleção brasileira, foi eliminado da Copa do Mundo ainda nas quartas de final, é assunto novamente. Dessa vez foi alvo de críticas em relação ao anúncio publicitário que fez. No comercial exibido na TV, Neymar admite excessos durante a última competição que disputou, desabafa sobre os ataques que vem sofrendo e promete se recuperar.

O anúncio teve repercussão negativa entre seus fãs que esperam que ele mostre o talento dentro de campo, mostrando o bom Futebol que tem e que todos conhecem, não se limitando ou usando a publicidade para esse fim.

Neymar foi duramente criticado por supostamente ter cometido excessos de simulações durante a competição, após amplo debate sobre o tema o assunto já estava caindo em esquecimento, quando reapareceu justamente por ele.

Não é de hoje que a internet alavanca assuntos polêmicos. Durante a Copa do Mundo, Neymar foi assunto em aproximadamente 25 milhões de posts publicados em redes sociais, nestes um pouco mais da metade, 60%, estavam relacionados a piadas ou comentários negativos, segundo dados da Kantar Sports.

A publicidade foi feita em conjunto com a empresa, Gillette, a agência de publicidade e a equipe de Neymar. Segundo eles, o projeto foi criado com a participação de todos e gravado em Santos.

Segundo a empresa contratante o objetivo era contextualizar a marca com as características do Neymar, atleta que encara desafios, lesões e derrotas, levando esses valores para seu público alvo.

Não é a primeira vez que Neymar faz publicidade depois de um momento negativo em sua carreira, como foi em 2010, logo após a briga com o então técnico do Santos Dorival Junior e em 2014, após a lesão que o tirou da Copa do Mundo desse mesmo ano.

Alguns especialistas defendem que o poder de mídia de Neymar é alto ao ponto de se manter em destaque mesmo depois de um evento negativo, dessa forma, empresas podem aproveitar dessa capacidade para promoverem suas marcas, com um alcance global.

Neymar e a publicidade

Neymar se destaca na publicidade, com a qual 60% de sua renda é gerada. Entre os atletas da seleção, ele é quem tem o maior número de seguidores em suas redes sociais, chegando à marca de 100 milhões, além disso o volume de engajamento também é alto, onde conta com 2 milhões entre curtidas, compartilhamentos e comentários.

A superexposição de uma figura pública é sem dúvida uma excelente fonte de renda e Neymar e sua equipe sabem muito bem como atuar nesse mercado.

Não perca a nossa página no Facebook!