Antes de xingar, leia. Não sou a favor nem contra Bolsonaro ou o PT, sou a favor do Brasil! Em quem vou votar? Em ninguém. Irei anular meu voto por motivos abaixo explicados.

É inegável que o assunto hoje em dia no Brasil é Jair Bolsonaro, tanto para pessoas contra quanto a favor. Entenda como ele conseguiu manipular as pessoas a esse ponto.

Vamos começar relembrando um pouco como era antes das campanhas eleitorais?

O Brasil estava unido, todos contra a Dilma, contra o Temer, todos contra a corrupção do PT. Até começarem as campanhas, existia um movimento contra PT e, de repente, o candidato petista vai para o 2° turno? Como?

Eis que surge o “Salvador da Pátria [VIDEO]”, ungido em seu cavalo branco, o Capitão que irá tirar o Brasil do limbo que se encontra, Jair Bolsonaro o nome dele (note o tom de deboche).

Sabe como ele chegou nesse ponto de salvador da pátria?

Como ele se tornou “viral” do mesmo jeito que memes no Brasil?

Ele simplesmente entende de marketing. Ele é, na verdade o maior marqueteiro digital que já vi, maior até que McDonald’s e Coca-Cola.

Vou resumir em tópicos, de forma mais simples e clara, sobre marketing e como viralizar conteúdos, assim ficará fácil entender a tática que ele usou para caminhar à presidência do Brasil.

Os 5 passos para viralizar conteúdos na internet são:

  • Público Alvo: Ele usou como público alvo todos aqueles contra o PT, ou seja, quase o país inteiro, como dito anteriormente.
  • Dores do seu público: Ele disse tudo que sabemos que está errado no nosso país, sobre a corrupção que é o PT.
  • Identificação: Ele se identificou com o seu público alvo, mostrando a semelhança no pensamento e resolução desses problemas.
  • Resolvendo a dor: Ele disse que resolveria esses problemas que foram identificados, do jeito que você, leigo, resolveria.
  • Chamada para ação: Chamou para votar nele.

Com esses 5 passos apenas é possível viralizar qualquer tipo de conteúdo e foi isso que ele fez.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Jair Bolsonaro

É no passo 3 (identificação), que está a chave para o negócio: ele conseguiu dividir o Brasil, fazendo com que as pessoas brigassem umas com as outras, como se ele fosse da família, colocando a política à frente de tudo. Quando foi que vimos pessoas defendendo políticos e discutindo com tanta veemência, mais até do que futebol? Talvez defendendo mais até do que os próprios familiares deles.

Isso é de fato preocupante, o quanto ele conseguiu atingir o público de forma fácil.

Será que se a chamada para ação dele não for votar nele, for fazer coisas mais “perigosas”, será que essas pessoas, você leitor(a), faria? Até onde você está “fechado” com ele? Repense, independente se for votar nele ou não, mas não esteja de corpo e alma com alguém que sabemos tão pouco.

Agora você vai me perguntar: tudo que ele disse não é bom?

De certa forma sim, porém a forma que ele disse, seria como nós leigos, pobres e cansados de tudo de errado que vemos, resolveríamos a situação.

E isso meus caros leitores, não é nada bom.

Não estou aqui para fazer você votar no PT ou no Bolsonaro, quero apenas que veja a real condição dos candidatos. Todos estamos cansados do PT roubando no poder, mas será que ele é mesmo a solução? Se a resposta ainda for sim vote nele, e vamos torcer que ele transforme o Brasil em um país de primeiro mundo, como merecemos.

Esse artigo explica apenas a estratégia usada por esse “monstruoso” (no bom sentido) marqueteiro digital, e uma luz, espero, para que todos repensem ao defender e discutir por alguém que nem conhecemos.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo