Aquaman talvez seja o super-herói mais ridicularizado da história dos quadrinhos. O personagem da poderosa editora norte-americana de quadrinhos DC Comics, desde sua criação, em 1941, vem sendo vítima de arcos narrativos dos mais bizarros possíveis em suas aventuras.

As aparições de Aquaman em outras mídias não melhoraram sua reputação. O caso mais notório de desprezo com o personagem talvez seja a sua participação na animação "Superamigos".

É bem provável que com a boa repercussão de seu filme solo, que estreou na última quinta-feira, o herói ganhe uma reputação melhor. Mas, na verdade, o processo de recuperação da imagem do herói vem de poucos anos atrás, quando o ótimo escritor de quadrinhos Geoff Johns recontou a origem do personagem na fase Novos 52 da DC Comics.

O filme

O filme Aquaman é basicamente uma adaptação da fase dos quadrinhos citada no parágrafo anterior.

Se a história do longa é uma adaptação do que foi visto nos quadrinhos, o mesmo não pode ser dito do visual do personagem que está distante da aparência clássica do herói criado por Paul Norris

Jason Momoa vinha sendo alvo de muita desconfiança por boa parte dos fãs de quadrinhos por conta de seu visual nada parecido com a imagem clássica do herói.

Mas o Aquaman marrento, beberrão, com pinta de metaleiro, (ou motoqueiro), que já tinha sido visto anteriormente nos filmes: Batman vs.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Cinema

Superman: A origem da Justiça e Liga da Justiça, mostrou ser uma releitura acertada do personagem. O ator, em entrevista recente, diz que toda essa construção do personagem deve-se a Zack Snyder.

Apesar de limitado como ator, Momoa consegue mostrar as várias camadas do personagem, embora exagere um pouco nas poses, caras e bocas e jogadas de cabelo.

Mas quem se importa com isso? O filme é só uma diversão escapista.

E este pode ser encarado como mais um ponto positivo do longa, o de não se levar a sério na maior parte do tempo.

O filme é dirigido pelo competente James Wan, o já citado Geoff Johns também está no projeto como um dos autores da trama, Nicole Kidman interpreta Atlanna, a mãe do protagonista, Patrick Wilson vive Orm, meio-irmão de Arthur Curry/Aquaman. Ainda no elenco estão Williem Dafoe e um quase irreconhecível Dolph Lundgreen, tanto pelo visual como pela surpreendente boa interpretação.

Como não poderia faltar nos filmes do atual Universo DC, este também conta com a produção do onipresente Zack Snyder, e este talvez seja o maior ponto negativo do longa-metragem.

Praticamente todos os pontos fracos do filme podem ser atribuídos ao estilo de Zack Snyder. Está lá o uso forçado de computação gráfica, trilha sonora grandiosa que acaba se tornando brega. Há até mesmo uma sequência que remete ao filme 300.

E mais uma vez, a DC/Warner chega perto de realizar um filme ótimo, se não fosse pelo ego gigantesco de Zack Snyder.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo