A Igreja Católica Apostólica Romana celebrou na última quinta-feira (6), a memória de São Nicolau. Venerado na Rússia e em todo o Oriente, o menino nasceu em uma família rica, em Patara, região da Ásia Menor, por volta do ano 250. Além de ricos, seus pais eram cristãos ardorosos. Desde criança Nicolau já demonstrava vocação para vida espiritual, onde também estão contidas as virtudes da doação ao outro e da caridade.

Diferente de seus amigos contemporâneos que optavam por diversões, o jovem Nicolau dedicava o tempo de sua juventude às atividades na Igreja.

Em determinado tempo seus pais se mudaram para a cidade de Mira, onde o coração de Nicolau era tocado a fazer doações às pessoas necessitadas. Seu alvo atingia também as viúvas, que neste estado eram abandonadas pela sociedade.

Virtudes de São Nicolau dão origem ao Papai Noel

A beleza da história desse Santo revela que uma situação especial na vida de Nicolau, contribuiu para que surgisse no mundo o ícone natalino do Papai Noel.

Sempre tocado pela emoção, promovendo o fato de ajudar os mais necessitados, o jovem ficou sabendo de três mulheres que pretendiam se casar, porém o pai delas não tinha dinheiro para pagar os dotes às famílias dos rapazes, que se tornariam então os seus futuros maridos.

Por esse motivo, o pai teria encaminhado as filhas à pratica da prostituição. Nicolau, então, ao tomar conhecimento desse caso depositou moedas de ouro em três sacos em quantidade suficiente para os dotes.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Religião

À noite, o jovem caritativo dirigiu-se à casa das moças e, subindo pelo telhado, lançou os sacos pela chaminé, libertando as jovens do sacrifício imposto pelo pai delas. Este fato teria gerado também o início da saga do Papai Noel.

Por suas virtudes caritativas, Nicolau sagrou-se Bispo de Mira ainda muito jovem. Admirado pelo alto grau de sua santidade, nos lugares que frequentava o jovem exerceu apostolado nas regiões do Egito e Palestina.

Católico, Nicolau sofreu várias perseguições

Por praticar o catolicismo, o jovem de Mira sofreu muitas perseguições por parte do imperador romano, Diocleciano. O jovem espirituoso chegou a ficar 20 anos na prisão. Mesmo assim, não desistiu de sua fé. Nicolau foi liberto com a lei tornando o cristianismo, uma Religião oficial do Estado Romano. Como Bispo, Nicolau teve contundente atuação no Concílio de Niceia, no ano 325.

Esse Concílio refutou a heresia ariana. Nela, o sacerdore herege, Ários que viveu no Egito do ano 250 ao 336, negava a Santíssima Trindade como três Pessoas correlacionadas em sua natureza.

Documentos existentes comprovam que o Imperador Constantino ajoelhou-se frente a São Nicolau, beijando as cicatrizes de suas feridas, em sinal de veneração. Milagres ocorridos quando Nicolau ainda caminhava nesta terra, fizeram com que ficasse conhecido na Ásia.

Nicolau morreu no ano 326 em sua cidade nativa. Tempos depois de sua morte seus restos mortais foram levados para a Itália, onde permanecem ainda hoje.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo