João Teixeira de Faria, também conhecido como João de Deus, ou John of God para muitos estrangeiros que vinham se consultar com o famigerado médium, viam suas sessões de tratamento espiritual se tornarem noites escuras que as atormentariam pelo resto de suas vidas.

Uma das vítimas de João de Deus, que havia ido se tratar de um divórcio, afirmou que na medida em que ele se aproveitava de seu corpo, argumentava que esse era um processo de limpeza totalmente necessário. Ao final da "sessão", de acordo com muitas das vítimas, oferecia uma pedra preciosa como forma de silenciamento.

João de Deus e a sociedade

A casa fundada em 1976, Dom Inácio de Loyola (um padre jesuíta morto no ano de 1556, cujo o espírito João diz incorporar), atende mais de mil pacientes ao dia e não cobra pelo atendimento, atraindo muitos fiéis. No final do tratamento, no entanto, João indica aos pacientes um suposto remédio chamado "passiflora".

A casa Dom Inácio de Loyola também oferece sopa de graça àqueles que estão na fila de espera aguardando atendimento, como também dizem dar o medicamento "passiflora" para aqueles que não tem condições de comprar.

João de Deus também fundou outras instituições de caridade como a Casa da Sopa, responsável por dar comida aos mais necessitados, e a Casa do Banho, onde essas pessoas podem tomar banho e terem suas vestes lavadas. Mas todas essas boas obras não podem esconder ou até mesmo encobrir o que este homem supostamente fez às mulheres.

O início da queda

Foi em dezembro de 2018 que João de Deus, o curandeiro, foi acusado de abusar sexualmente e estuprar mais de trezentas mulheres que buscavam melhorar suas vidas através dele.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia

De acordo com as vítimas, João de Deus agia de uma maneira bastante repetitiva. Durante os atendimentos coletivos, o médium se dirigia a sua vítima e dizia que "a entidade" a havia escolhido para receber a cura. O médium convidava as mulheres para uma sala, na qual o curandeiro se aproveitava sexualmente de suas pacientes.

Os primeiros dez relatos foram divulgados pelo programa Conversa com Bial, da Rede Globo, no dia 7 de dezembro e logo depois pelo O Globo e o Jornal Nacional, contando com mais dois e três relatos, respectivamente.

No dia 10 de dezembro de 2018, o Ministério Público de São Paulo e de Goiás assumiram a tarefa de apurar os crimes depois de mais de duzentas denúncias. Até mesmo a sua filha, Dalva Teixeira, o acusa de a ter violentado quando ainda era uma criança.

Abadiânia

No meio de tudo isso, até um pouco tempo atrás, a pacata cidade de Abadiânia, um município de cerca de 15.000 habitantes, se viu no olho do furacão já que a Casa Dom Inácio de Loyola representa a maior parte da receita do município: “Tudo nesta cidade dependia da Casa Dom Inácio", lamenta um morador de Abadiânia.

O prefeito José Diniz também faz um adendo à isto dizendo: " É um golpe muito forte à Abadiânia. Muito forte e de repente. Agora é pedir forças a Deus e lutar para superar isto".

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo