A arte pode ser entendida como a atividade humana ligada as manifestações e criações estéticas ou comunicativas, que são abordadas por meio de variadas formas de linguagens. É a criatividade e sensibilidade que representam a vida desde os tempos das cavernas, em que o homem ainda não tinha o domínio da linguagem e da escrita.

Seu papel é fundamental e indispensável na formação da personalidade humana, pois sua forma pura que causa expressão da consciência de cada um, tem uma forma única de inspirar e transformar o mundo, causando reflexão. Também desperta as mais distintas emoções, como o desconforto, amor, raiva e demais sentimentos positivos ou negativos.

Publicidade
Publicidade

Conheça um pouco sobre as principais obras que marcaram a história

  • Mona Lisa, de Leonardo da Vinci (1503)

O mais contemplado e conhecido óleo sobre madeira do italiano renascentista Leonardo Da Vinci. É o quadro mais famoso, comentado e valioso, que apresenta além da beleza única, inúmeros mistérios e polêmicas históricas.

Pintada entre os anos 1503 e 1506, hoje está exposta no Museu do Louvre, em Paris, o mais visitado do mundo.

Publicidade

  • A criação de Adão, de Michelangelo (1511)

Este trabalho mostra a cena de um episódio do Livro de Gênesis, em que Deus cria o primeiro homem: Adão. Bastante complexa e representativa, expõem o renascimento, humanismo e racionalismo de forma subliminar e bela. Esta localizada no teto da Capela Sistina, no Vaticano.

  • A Noite Estrelada, de Vincent Van Gogh (1889)

Esta é uma das pinturas mais conhecidas de Vincent Van Gogh, que retrata a vista da janela de um quarto no hospício de Saint-Rémy-de-Provence e está exposta desde 1941 no Museu de Arte Moderna de Nova Iorque.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Tendências

A arte transparece muitos sentimentos e contém elementos e emoções imaginativas de uma mente agitada.

  • Abaporu, de Tarsila do Amaral (1928)

Um clássico do modernismo brasileiro, criado pela artista Tarsila do Amaral, é uma pintura a óleo que está exposta no Museu de Arte Latino Americana, em Buenos Aires.

Considerada um símbolo do Movimento Modernista Brasileiro, representa a realidade da época.

  • A Última Ceia, de Leonardo Da Vinci (1495)

Uma das pinturas mais conhecidas do artista, apresenta um momento bíblico em que Cristo compartilha sua última refeição com os discípulos.

Está localizada na igreja Santa Maria Delle Grazie, em Milão.

  • A Persistência da Memória, de Salvador Dalí (1931)

Uma das mais famosas criações do artista surrealista Salvador Dalí, é simbólica, carregada de elementos que saem da racionalidade e representa muito sobre a noção da temporalidade e da memória. Está localizada desde 1934 no museu de Arte Moderna de Nova Iorque.

  • A Liberdade Guiando o Povo, de Eugène Delacroix (1830)

A artista Eugène Delacroix retrata um povo que lutava por ideais nacionalistas e republicanos e o movimento crucial da revolta: o rompimento das barricadas pelos rebeldes.

Publicidade

  • O Nascimento de Vênus, de Sandro Botticelli (1485)

A pintura revolucionaria, que foi a primeira renascentista da época com tema leigo e mitológico, está representando a primavera, estação do renascimento e renovação.

  • Moça com o Brinco de Pérola, de Johannes Vermeer, (1665)

Pouco se sabe sobre a história da tela mais famosa de Vermeer, que mostra uma jovem com ar sereno, lábios entreabertos e um ar simultaneamente feliz e triste, que a torna ainda mais misterioso.

Publicidade

  • Auto-Retrato, de Vincent Van Gogh (1889)

Uma das maiores características neste auto-retrato são as cores da barba ruiva e o olhar fixo e introspectivo, que parece estar concentrado em seus próprios pensamentos.

  • Os Amantes, de René Magritte (1928)

A obra surrealista, que causa muita polêmica e inquietação, retrata um casal com os rostos cobertos que podem ter sigo originados pela imaginação de Magritte, inspirada por um personagem francês ou pela morte de sua mãe, que cometeu suicídio e foi encontrada no Rio Sambre, no norte da França, onde sua cabeça estava enrolada no vestido que ela usava. Podendo assim ter inspirado Magritte na execução de Os Amantes.

Sendo muito importante no desenvolvimento psíquico, social e cultural da humanidade, através da comunicação, ela se manifesta representando a realidade, em sua forma critica, passiva, e independente. A arte é o que se sente, o que se pensa, o que se busca e fantasia.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo