Os padrões do tipo ideal de beleza com seus antigos conceitos foram jogados todos fora no concurso Miss Universo 2019, após a Zozibini Tunzi, Miss África do Sul, ser coroada como a Mulher mais bonita do universo. Após vencer 89 candidatas e receber sua coroa como prova que os padrões de beleza mudaram, de forma que não precisamos ter referências de beleza padronizadas pela mídia, jornais e TV que por muitos anos eram vistas como certas.

Esse padrão impôs as mulheres uma baixo auto estima e escravizadas pela indústria estética não se valorizavam o suficiente.

Essa mídia tão divulgada através de comerciais, produtos estéticos e outros meios que aos poucos foram introduzidos como o correto e que não poderia ser mudado.

Todas as mulheres negras venceram

Com essa vitória merecida para toda uma sociedade que aos poucos vencem tabus impostos pela sociedade, ter pessoas como referências, seja de beleza ou em outra área mostra que podemos tornar o mundo um lugar melhor para se viver.

Encontrar respeito quando olhamos no nosso próprio espelho é ótimo, porém é melhor ainda quando o encontramos ao olhar uns para os outros.

Pode não parecer, mas a vitória desta linda mulher mostra o sentimento de várias lindas mulheres negras que se coroaram, mostrando ao mundo que pode-se lutar por liberdade de expressão, independência e ser livres do padrão de beleza imposto pela mídia.

A beleza natural reconhecida

O mais belo disso é a naturalidade, a força, e o empoderamento que uma mulher revela através da sua beleza natural, levando toda as outras mulheres a acreditar em si e no seu potencial.

A miss quebrou um tabu quando cortou os cabelos e assumiu seu cabelo natural, e disse: "Antes de cortar o cabelo, fiquei com medo de não ser bonita, principalmente por causa dos padrões sociais do que é a beleza. Quando o cortei, no entanto, percebi o quão incrível ele é, mais bonito do que pensava".

Uma atitude de coragem o que para muitos é apenas um corte, porém este corte de cabelo, libertou a si e a todas as outras mulheres que são lindas, mas que por medo ainda se escondiam através de imposições dos padrões de beleza.

Essa vitória leva a refletir sobre os conceitos que são aprendidos através das mídias, jornais e revistas que impõe um padrão de beleza onde o certo é errado, onde ser negra não serve, onde ter cabelos cacheados não fazem parte do padrão boneca imposto pela sociedade, onde ser gorda ou magra demais é fora do padrão. É importante agir como essa linda modelo fez ao enfrentar a sociedade e acreditar em si mesma, pois só assim é possível aprender que a beleza não é um modelo pronto e sim feito de diversificação, cultura e costumes.

Siga as suas paixões.
Fique atualizado.

A beleza não é apenas de um tipo. As pessoas devem reconhecer a sua própria beleza. As pessoas são belas quando se veem assim e não aceita os padrões colocados como regras pela sociedade. Foi isso que a Miss África do Sul fez diante dos juízes que a avaliaram e a viram com a sua naturalidade, o seu sorriso encantador e o seu discurso de empoderamento que lhe levou a vitória.

Que esta vitória sirva como portas para muitas outras que poderão se abrir.

Que as pessoas comecem a aceitar a própria beleza independente da mídia e assim enfrentar a sociedade sem temer as pressões impostas por ela.

Não perca a nossa página no Facebook!