Nos primeiros momentos de "Amor de Mãe", Vitória (Taís Araújo) teve todas as suas imperfeições e erros do passado expostos para os telespectadores da novela. Entretanto, a protagonista atualmente está dando os seus primeiros passos para uma mudança e passará a ser vista como uma espécie de heroína por parte do público.

Depois de decidir romper o seu contrato com Álvaro (Irandhir Santos), a advogada precisou abrir mão da sua vida de luxo, vendendo a sua casa e se mudando para uma mais simples. Além disso, Vitória passou a se tornar a defensora das pessoas de Guaporim, que estão sofrendo com os danos provocados pela PWA no meio ambiente.

De acordo com o site Notícias da TV, as cenas que mostram a advogada entrando em contato com as pessoas do povoado para falar a respeito do caso se assemelham bastante ao filme "Erin Brockovich - Uma Mulher de Talento", protagonizado por Julia Roberts ainda em 2000. A atriz estadunidense chegou a vencer o Oscar de Melhor Atriz no ano em questão pelo seu papel nesse filme.

Baseado em fatos reais, o longa-metragem em questão fala sobre uma mãe solteira que tem três filhos e trabalha como secretária de um advogado. Em um determinado ponto da trama, Erin descobre que a água da cidade é a responsável por deixar as pessoas doentes, visto que está contaminada.

Após a descoberta, a personagem de Julia Roberts passa a conversar com os habitantes do local para convencê-los a entrar com uma ação contra a companhia de abastecimento de água da cidade em questão.

Toda a conversa de Erin acabou dando certo e o caso se tornou uma ação judicial, fazendo com que os moradores recebessem milhões de dólares em indenização.

Erin Brokovich inspira 'Amor de Mãe'

Vitória está agindo de maneira semelhante em "Amor de Mãe". Entretanto, ela não será a responsável por assumir a defesa das pessoas de Guaporim, visto que isso representaria um conflito de interesses porque pouco antes a personagem de Taís Araújo era a defensora da PWA.

Assim, Miguel (Giulio Lopes) levará a ação judicial contra a empresa de Álvaro em frente.

É possível perceber que o objetivo de Vitória com isso é conseguir fechar a PWA e fazer Álvaro pagar por todas as atrocidades que cometeu ao longo da trama de Manuela Dias. No último capítulo da novela, exibido ainda na quinta-feira (6), o empresário já foi visto amargando a perda de sua licença ambiental e se viu forçado a parar as máquinas da PWA.

Vitória, entretanto, teve pouco a ver com essa parte, que foi mérito do protesto quase suicida de Davi (Vladimir Brichta). Para provar a contaminação feita pela empresa de Álvaro, o ambientalista passou a se alimentar dos peixes pescados em Guaporim e a consumir a mesma água que as pessoas mais pobres do vilarejo.

Siga a página Novelas
Seguir
Siga a página Relacionamento
Seguir
Siga a página Cinema
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!