No último domingo (9), aconteceu a 92ª cerimônia de entrega do Oscar. Na ocasião destacada, o ator Joaquin Phoenix era o favorito para vencer a categoria de Melhor Ator pelo seu papel como Arthur Fleck no filme "Coringa". Como o previsto, Joaquin levou para casa a estatueta e, ao fazer o seu discurso, acabou emocionando o público presente no Teatro Dolby devido ao teor pessoal e emotivo contido na sua fala.

Durante o seu discurso de vencedor, Phoenix afirmou que não sentia que ele estava acima de nenhum dos outros concorrentes. O ator disputava o prêmio com Adam Driver (História de Um Casamento), Leonardo DiCaprio (Era Uma Vez Em...

Hollywood), Antonio Banderas (Dor e Glória) e Robert DeNiro (O Irlandês).

Continuando sua fala, Joaquin Phoenix afirmou que tanto ele quanto os outros concorrentes da categoria compartilhavam o mesmo afeto pelo Cinema e por esse meio que acabou por lhe dar tantas coisas extraordinárias. O intérprete do famoso personagem de quadrinhos ainda destacou que não sabia o que seria da sua vida sem o cinema.

Dando continuidade ao discurso, Phoenix ainda falou que o maior presente que recebeu do cinema – assim como muitos que também estavam presentes ali – era a possibilidade de usar a sua voz para falar pelas pessoas que não têm condições de falar por si mesmas. Na sequência, Joaquin citou algumas minorias e também os animais.

Deixando a sua fala ainda mais emocionante, o vencedor do Oscar de Melhor ator afirmou que estava falando sobre lutar contra a ideia de que um único grupo possui o direito de dominar todos os demais e explora-los, continuando completamente impune.

Segundo o ator, as pessoas acabaram se desconectando mundo de um mundo mais natural e acabaram adquirindo traços egocêntricos, que fazem com que elas acreditem ser o “centro do universo”.

É válido destacar que Joaquin Phoenix tem participado de muitos protestos ao lado da veterana do cinema Jane Fonda. Os dois chegaram a ser presos juntos enquanto protestavam em frente ao Capitólio, localizado na cidade de Washington, D.C..

Joaquin Phoenix fala sobre o meio ambiente

De acordo com Joaquin, atualmente as pessoas tendem a entrar no “mundo natural” e explorar os seus recursos, agindo de maneira completamente desrespeitosa para com a natureza e os animais.

Na sequência, o ator comentou a respeito da importância de ter o amor e a compaixão como princípios básicos e como forma de evitar que esse tipo de coisa continue acontecendo. Para Joaquin Phoenix, quando se olha o mundo dessa forma, vários benefícios podem acontecer para a humanidade e também para o meio ambiente.

Por fim, Phoenix ainda fez questão de explicar como o cinema fez com que a sua vida mudasse para melhor e chegou a afirmar que foi um canalha durante toda a sua vida, sendo cruel e egoísta com as pessoas, além de bastante difícil de trabalhar. Entretanto, muitas pessoas presentes no Teatro Dolby lhe deram outras chances.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Cinema
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!