Na noite deste último domingo (1º) a votação do "Big Brother Brasil 20" rendeu um momento bastante complicado e tenso entre o apresentador Tiago Leifert e Guilherme. O brother havia sido indicado para o Paredão minutos antes pela líder da semana, Ivy, que justificou que estaria votando no brother, pois ela, como mulher, se sente incomodada com a situação toda vivida pelo modelo e por Gabi, namorada dele dentro do confinamento, uma vez que a sister, por diversos momentos, chorou com as brigas do casal. Logo em seguida da indicação, Tiago informou aos brothers que o indicado poderia puxar uma pessoa para o paredão com ele.

Sem sequer esperar para pensar, Guilherme indicou Pyong para ir ao paredão junto dele. No entanto, no momento em que Guilherme precisaria justificar o motivo pela qual ele havia escolhido Pyong para o paredão, o brother se defendeu primeiramente falando que o hipnólogo, por vários momentos. falou que gostaria de ver o modelo saindo da casa, e, em seguida, começou a falar a respeito do episódio em que Pyong foi chamado ao confessionário pela produção do programa após ter exagerado na bebida em uma festa do confinamento.

Guilherme tentou fazer referência ao momento em que o brother foi acusado de ter assediado algumas sisters do programa durante a festa, mas foi impedido em seguida por Tiago Leifert que pediu para que ele parasse de falar a respeito do assunto.

O momento da qual Guilherme tentou falar foi quando Pyong, durante uma festa, exagerou na bebida e tentou beijar Marcela algumas vezes, além de ter passado a mão em Flayslane e Gizelly, como ele foi acusado pelos internautas na ocasião.

Tiago Leifert interrompe Guilherme

Não demorou para que o brother fosse chamado a atenção pelo apresentador a respeito do episódio que não poderia ter sido falado ao vivo e que o assunto havia sido encerrado pela produção do programa.

Na realidade, fora do programa, a polícia agora está aguardando pela saída do hipnólogo para ele prestar os devidos esclarecimentos a respeito do episódio.

Os participantes na casa, no entanto, não sabem de fato nada do que aconteceu, nem mesmo Guilherme, que citou apenas por se recordar da situação e do que o mesmo aconteceu com Petrix, que mais tarde foram informado pelos participantes da casa de vidro.

No momento em que Guilherme foi até o confessionário dar o seu voto para o paredão, ele pediu novamente desculpas pelo assunto, e Tiago reforçou que o assunto havia sido encerrado. Tiago ainda ressaltou que Pyong tem família fora do confinamento e encerrou o assunto de vez.

Com a forma que o apresentador impediu Guilherme de falar do episódio de assédio foi prestado um grande desserviço pela emissora, o que faz com que o comportamento em questão seja normalizado, por mais que ele esteja sendo muito repudiado pelos telespectadores do programa.

Não perca a nossa página no Facebook!