Ainda na última sexta-feira (18), um paredão foi formado no "Big Brother Brasil 20" e, mais uma vez, a dinâmica do contragolpe surgiu para que Ivy Moraes tivesse a oportunidade de puxar Thelma Assis para o paredão, fazendo com que a médica precisasse disputar a preferência do público do programa com ela.

Logo após o ocorrido, o colunista do NaTelinha Thiago Forato, que assina a coluna Enfoque NT, fez uma crítica à dinâmica em questão, pontuando que a sua única função no jogo foi causar a eliminação da cantora Gabi Martins.

De acordo com o site citado anteriormente, o contragolpe apareceu pela primeira vez no "BBB20" ainda na sua sexta semana.

Na ocasião citada, a “Comunidade Hippie” há havia se consolidado e era composta pela maioria dos participantes da casa, de forma que ela conseguia decidir os paredões de todas as semanas.

Portanto, se mostra válido afirmar que o contragolpe consistiu em uma tentativa da produção do "BBB20" de tentar bagunçar um pouco mais as coisas. Assim, o participante que fosse indicado ao paredão pelo líder ou mesmo tomasse o maior número de votos da casa receberia o direito de escolher com quem gostaria de disputar a preferência dos telespectadores.

Segundo Thiago Forato, a dinâmica até serviu para exaltar um pouco os ânimos dos participantes do "BBB20", mas o recurso somente se mostrou eficaz para causar a eliminação da cantora Gabi Martins, indicada por Babu Santana há duas semanas.

Entretanto, para o colunista, Gabi já estava fazendo “hora extra” no programa de qualquer forma.

Histórico da dinâmica de contragolpe

Para comprovar o seu ponto de vista a respeito da dinâmica em questão, Thiago chegou a fazer uma retrospectiva dos contragolpes desde a sexta semana de "Big Brother Brasil 20".

Ainda no momento citado, o modelo Guilherme Napolitano foi o indicado da líder Ivy Moraes ao paredão e escolheu disputar a preferência do público com o hipnólogo Pyong Lee. Felipe Prior, por sua vez, recebeu o maior número de votos da casa e escolheu levar Gizelly Bicalho para o paredão. Entretanto, Guilherme acabou sendo o eliminado daquela semana.

É possível afirmar que, para o site, o contragolpe acabou se tornando um recurso para fazer com que pessoas que normalmente não seriam indicadas ao paredão acabassem precisando passar por essa experiência. Entretanto, ainda assim, não foi eficaz em termos de eliminação.

Posteriormente, o site citado pontuou que a dinâmica acabou por reaparecer na 9ª semana de confinamento. Mais uma vez, Felipe Prior foi o participante mais votado pela casa e escolheu a modelo Ivy Moraes para acompanhá-lo à berlinda. Entretanto, o eliminado foi Daniel Lenhardt, que acabou emparedado após ser a primeira pessoa a desistir da prova do líder.

Por fim, na 10ª semana, Prior voltou a ter o direito de contragolpe e escolheu Manu Gavassi, gerando o paredão do bilhão e a sua própria eliminação.

Posteriormente, na 11ª e na 13ª semana, respectivamente, Babu e Ivy conquistaram o direito e o voto do ator foi o primeiro contragolpe a ser eliminado do programa.

Não perca a nossa página no Facebook!