Estreou na Netflix na última quinta-feira (3) a primeira temporada da série “O Jovem Wallander” (Young Wallander). A série britânica é originalmente uma produção do canal BBC e distribuída no mundo pela Netflix. A produção tem apenas seis episódios em sua primeira temporada.

O elenco é encabeçado por Adam Pålsson, que dá vida ao personagem Kurt Wallander. Ainda no elenco estão: Richard Dillane, intérprete do personagem Hemberg, Leanne Best vive Frida Rask e Ellise Chappell interpreta Mona. Jens Jonsson e Ole Endresen se revezam na direção dos episódios enquanto os roteiros são assinados por Benjamin Harris e Anoo Bhagavan.

A produtora da série é a Yellow Bird UK.

Literatura

A série “O Jovem Wallander” é inspirada em uma famosa série de livros suecos escritos por Henning Mankell. Este universo literário já havia sido levado para o mundo das séries com “Wallander”. A produção, também da emissora britânica BBC, tinha o ator Kenneth Branagh dando vida ao protagonista Kurt Wallander. A série foi exibida entre os anos de 2009 e 2016. Tom Hiddleston, o ator conhecido como o Loki do universo dos filmes da Marvel Studios, foi outro nome de peso que participou da produção, ele esteve nas duas primeiras temporadas.

Releitura

A série que acabou de chegar ao catálogo da Netflix, além de ser uma pré-sequência do universo do personagem-título, também é uma reinterpretação moderna da série de livros, sendo assim, não será visto na produção um salto no tempo para narrar a juventude do personagem, o que será visto é uma versão jovem do detetive na Suécia contemporânea.

A trama

A produção inicia com o jovem Kurt Wallander ainda como um policial que saiu da academia de polícia há pouco tempo. As aventuras do personagem ocorrem em um ambiente atual de violência. A violência ronda o protagonista até mesmo no local em que ele mora, um conjunto habitacional em que vive a classe menos privilegiada da sociedade, composta por pessoas de diferentes etnias.

Kurt presencia o brutal ataque a um adolescente na quadra de esportes do seu conjunto habitacional, depois de não ter conseguido salvar o jovem, ele se sente culpado pela situação e decide descobrir o autor do atentado. Depois de mostrar determinação na resolução do caso, ele chama a atenção do superintendente Hemberg, que o promove a detetive.

A série explora de maneira inteligente a ideia de imaginar o detetive Wallander em seu início de carreira, os iniciados neste universo irão gostar das referências da série aos gostos do personagem, que na nova trama policial da Netflix mudam um pouco.

A produção então mostra um personagem em construção, que está moldando o seu caráter na medida em que ele é afetado pelos acontecimentos, sua visão de mundo vai sendo alterada, e nem sempre de uma boa maneira. A série tem potencial para agradar aos já familiarizados com o detetive Wallander assim como quem acaba de conhecer o personagem. A primeira temporada mostra uma trama que prende o espectador do início ao fim, seus poucos capítulos são um convite para uma maratona.

Siga a página Televisão
Seguir
Siga a página Seriados
Seguir
Siga a página Opinião
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!