Chegou ao catálogo da Amazon Prime Video a comédia brasileira "Carlinhos & Carlão". A produção é protagonizada pelo ator Luis Lobianco, que tem no currículo passagem pelo grupo de humor Porta dos Fundos.

Lobianco também é conhecido por sua participação em programas do canal Multishow e em novelas e programas humorísticos da Rede Globo, além de participar de comédias no Cinema.

A trama

O ator de 38 anos, que é homossexual na vida real, dá vida a Carlão, um heterossexual homofóbico, que depois de adquirir um estranho armário, passa a levar uma vida dupla.

Durante o dia ele continua sua vida normal, cercado por seus colegas, também homofóbicos, mas à noite ele se transforma no homossexual Carlinhos, o que obviamente irá causar muitas situações constrangedoras para ele, mas, ao mesmo tempo, irá fazer com que ele reveja vários de seus preconceitos.

O filme inicia com cenas da infância do protagonista, em que se entende o porquê de seu comportamento na vida adulta.

Seu pai, vivido pelo ator Luis Gustavo, é a representação do pensamento machista e homofóbico tão comum na sociedade.

Voltando para os dias atuais, são mostradas várias interações de Carlão com sua família, e se percebe que o pai do protagonista continua com o mesmo pensamento atrasado que influenciou os dois filhos.

As reuniões da família de Carlão rendem bons momentos ao mostrar a representação de um comportamento antiquado contra a visão mais conectada com o pensamento atual, que é representado pelo sobrinho de Carlão, um jovem que luta por causas identitárias.

O rapaz deixa desnorteado o núcleo masculino da família ao explicar conceitos como cisgênero e também com sua definição do que é uma drag queen, um travesti, etc.

O filme dirigido por Pedro Amorim tem como ponto positivo o uso dos palavrões, que mesmo que sejam ouvidos aos borbotões na trama, não soam de forma gratuita, eles têm uma função no roteiro, não estão ali simplesmente para forçar risadas do espectador.

Além do comportamento homofóbico, "Carlinhos & Carlão" também mostra Carlos e seus amigos fazendo piadas extremamente machistas em relação à personagem Glorinha (Thati Lopes), que trabalha no bar do pai, personagem de Bemvindo Siqueira.

Também trabalha no bar, Guto, um homossexual que também sofre com as piadas de mau gosto de Carlos e seus amigos. Guto é vivido por Suzi Brasil, uma drag queen na vida real.

Ele funciona na trama como um guia para Carlos entender como sofrem as pessoas da comunidade LGBTQIA+. O filme mostra até mesmo ataques violentos que homossexuais sofrem.

O ator Luis Miranda vive o enigmático Evaristo, um marceneiro que depois que Carlão sabe que é homossexual, o ofende.

Como vingança (ou no intuito de lhe dar uma lição), Evaristo vende para Carlos o armário mágico que irá mudar a vida do protagonista.

Miranda, apesar de pouco aparecer na trama, brilha em suas aparições, principalmente na segunda vez em que finge ser um heterossexual.

O personagem de Luiz Miranda se assemelha ao Morty, de Christopher Walken, no filme "Click" (2006), protagonizado por Adam Sandler.

O primeiro filme de Luis Lobianco como protagonista não reinventa a roda. Apesar de ter uma estrutura comum a este tipo de produção, o filme de 1h33 foge de alguns clichês ao direcionar o protagonista para caminhos contrários ao que boa parte do público talvez estivesse esperando.

Mesmo com suas falhas ao construir certos personagens de maneira maniqueísta e apresentar algumas mudanças de comportamento meio inverossímeis, "Carlinhos & Carlão" cumpre sua função, que é divertir e abordar um tema sério.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Siga a página Cinema
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!