Há uma semana das Eleições municipais no Rio de Janeiro, os cariocas que andavam pelas ruas do Rio se depararam com panfletos do atual alcaide e candidato à reeleição, Marcelo Crivella (Republicanos), com fake news sobre seu oponente Eduardo Paes (DEM). As informações são do site UOL.

Propaganda enganosa

A propaganda afirmava, sem provas, que Eduardo Paes é favorável à legalização do aborto, liberação de drogas e "kit gay" em escolas municipais.

No panfleto aparece a foto de Eduardo Paes ao lado do deputado federal Marcelo Freixo (PSOL), com uma mensagem dizendo que os dois políticos são amigos e com uma lista do que estariam defendendo os políticos.

Tanto Paes quanto Freixo já declararam publicamente que não existe aliança política entre os dois.

O panfleto mostra ainda as fotos de Crivella e a vice-prefeita, a tenente-coronel Andréa Firmo (Republicanos), com uma mensagem dizendo que a dupla é contrária aos temas que seriam defendidos pelos "aliados" Marcelo Freixo e Eduardo Paes.

O UOL entrou em contato com a assessoria de imprensa de Marcelo Crivella que não negou que os panfletos são realmente da campanha à reeleição do sobrinho do bispo Edir Macedo e também alegou que o conteúdo da propaganda política não se trata de fake news, haja vista que não existe no panfleto um texto afirmando que o "kit gay" está presente nas escolas, e sim que o aliado de Paes (se referindo ao parlamentar Marcelo Freixo) é favorável à medida.

A nota divulgada pela assessoria de imprensa de Crivella ressaltou ainda que existe uma ação que está para ser julgada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) "sobre a ideologia de gênero nas escolas".

Paes e Freixo comentam

O rival de Crivella pelas redes sociais chamou o atual prefeito de "pai das mentiras" e negou que tenha feito uma aliança com o PSOL.

Eduardo Paes ainda disse que o único kit que foi entregue às escolas em seu tempo de prefeito do Rio de Janeiro foi um kit contendo uniforme e material escolar.

Paes também comentou sobre o partido de Marcelo Freixo. Ele disse que o PSOL não terá qualquer tipo de participação em uma possível gestão sua na prefeitura.

Paes também ressaltou que o próprio partido de esquerda já declarou que fará oposição a ele na Câmara de Vereadores.

O candidato do DEM também fez questão de dizer que é contra a ideologia de gênero e ensino sexual para as crianças na escola, para ele este tipo de ensinamento tem que ser dado pelas famílias.

Paes finalizou fazendo um apelo à população. O candidato a prefeito pediu para as pessoas não acreditarem nas fake news que estão sendo disseminadas por Marcelo Crivella.

Marcelo Freixo declarou ao UOL que irá entrar com um processo contra o atual prefeito do Rio de Janeiro. Freixo também repudiou todas as informações contidas no panfleto de Crivella.

Siga a página Jair Bolsonaro
Seguir
Siga a página Eleições
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!