Estreou na Netlix na quarta-feira (21) o filme “À Espreita do Mal” (I See You). O longa-metragem de 2019 somente agora chega à plataforma de streaming. Quando foi lançado em 2019 no Festival SXSW de Filmes, “À Espreita do Mal” recebeu boas críticas e fez uma legião de fãs nos Estados Unidos.

A direção é de Adam Randall e o roteiro é de Devon Graye. O longa-metragem é protagonizado por Helen Hunt (Melhor é Impossível) e Jon Tenney (Scandall). Ainda estão na produção: Judah Lewis (A Babá), Gregory Alan Williams (Greenleaf), Erika Alexander (Corra!), Sam Trammell (True Blood), Owen Teague (It) e Libe Barer (iCarly).

A trama

Eventos estranhos acontecem na residência de um detetive em uma pequena cidade que vive com sua esposa e o filho adolescente, enquanto o policial investiga o desaparecimento de uma criança de 10 anos. É dessa maneira que a sinopse oficial do filme o descreve.

Mas a maneira sucinta como o filme é descrito se explica por “À Espreita do Mal” ser de difícil definição, pois se corre o risco de se revelar mais do que o desejado sobre a produção estadunidense. O longa-metragem de Adam Randall mistura vários elementos como terror, suspense, drama e thriller policial.

O filme, em sua primeira metade, tem como fio condutor a terapeuta Jackie Harper (Hunt), que é casada com o detetive Greg Harper (Tenney), a família Harper é completada pelo filho deles Connor (Lewis).

É visto que tanto o pai quanto o filho nutrem um sentimento de revolta com a matriarca da família, e aos poucos é revelado qual é o drama familiar.

O detetive Greg então tem que lidar com seu drama familiar ao mesmo tempo em que fica encarregado de um importante caso, duas crianças desaparecem. O caso é bastante similar ao que ocorreu há 15 anos quando um homem foi condenado pelo rapto de menores, o que leva Greg a trabalhar com outro detetive veterano que participou das investigações dos crimes ocorridos há mais de uma década, o detetive Spitsky (Williams).

Ao mesmo tempo, estão ocorrendo estranhos eventos na residência dos Harpers, com objetos desaparecidos, televisões e celulares que ligam sozinho, entre outros acontecimentos, isso provoca um clima de terror, porém nada é o que parece ser na trama. O título original em inglês reflete exatamente o que é a trama, ainda que o título em português também tenha sentido.

O longa-metragem consegue manter o espectador tenso o tempo todo. Além de sua narrativa repleta de reviravoltas, “À Espreita do Mal” tem um elenco carismático, repleto de rostos conhecidos de filmes e séries da própria Netflix. Talvez o filme tenha exagerado ao ter tentado fazer uma menção à luta de classes ao melhor estilo “Parasita” (2019). A trama realmente não precisa disso. Podem desagradar também certas conexões que foram feitas entre os crimes ocorridos no passado com os que aconteceram no presente, mas fica a reflexão do quanto uma experiência traumática no passado pode afetar uma pessoa.

Siga a página Televisão
Seguir
Siga a página Cinema
Seguir
Siga a página Opinião
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!