A página do Facebook “Quebrando o tabu” é um dos sucessos mais recentes da #Internet brasileira. Essa página, criada em 2011 para divulgar um filme de Fernando Grostein Andrade, tem atualmente mais de 2 milhões e 300 mil curtidas e tem como objetivo levantar fatos, por mais polêmicos que sejam, e discutir os mesmos com os visitantes da plataforma.

A página foi criada há 4 anos para a divulgação de um filme com o mesmo nome sobre a temática do combate às drogas. O filme foi dirigido por Fernando Grostein Andrade e tem a participação de várias personalidades importantes como Paulo Coelho, Dráuzio Varella e até mesmo dos ex-presidentes americanos Bill Clinton e Jimmy Carter.

Depois do filme “Quebrando o tabu” ter sido lançado, a página tinha apenas 30 mil curtidas e foi abandonada pelos seus autores. Entretanto, há 2 anos, o projeto foi reativado, dessa vez com o objetivo de discutir temas polêmicos, tais como o racismo, a homofobia e o aborto.

Depois da reativação da página do Facebook, o sucesso foi estrondoso. As pessoas aderiram em massa às discussões e, de poucos milhares de curtidas, a página passou a mais de 2 milhões e 300 mil, um número com tendência para aumentar no próximo ano. O sucesso da página é tanto que eles já fizeram o seu primeiro debate público que decorreu no dia 24 e contou com a presença de Fernando Henrique Cardoso, Gregório Duvivier entre outras figuras importantes.

Um vídeo super viral

Nos últimos dias, os visitantes e as curtidas da página subiram ainda mais depois de terem divulgado um vídeo que se tornou super viral.

Os melhores vídeos do dia

São já mais de 10 milhões de visualizações, 150 mil curtidas e quase 250 mil compartilhamentos! No vídeo, uma mulher fala sobre os defeitos do povo brasileiro. No Facebook, as opiniões sobre o vídeo se dividem, algumas pessoas dão razão à jovem, enquanto outros encaram o que ela diz como generalizações erradas sobre o povo brasileiro.

O que acha sobre as redes sociais como meio de discutir tabus? Costuma debater assuntos polêmicos na internet? Conta para a gente nos comentários!