6

O ano de 2016 promete ser o ano para os Jogos de luta. Com games cada vez mais acessíveis ao público casual, modos online mais enxutos e a popularização dos grandes campeonatos competitivos - como a EVO, por exemplo -, não será surpresa se o gênero se tornar um dos grandes eSports nos próximos anos.

Veja o que as desenvolvedoras estão planejando para 2016

Microsoft

Killer Instinct é hoje um dos grandes expoentes nos jogos de luta. E para este ano, a Terceira Temporada da clássica franquia da Rare promete melhorias tanto no sistema de combate, através de balanceamentos e um modo treino mais robusto, como a adição de mais personagens, como os veteranos Tusk e Kim Wu, e do sapo Rash, da série Battletoads.

O game ainda receberá uma versão para PCs, com possibilidade de Cross-Play entre ambas as plataformas.

Capcom

A Capcom surpreendeu quando anunciou Street Fighter V como um exclusivo nos consoles para o Playstation 4. E ao longo de 2015, suas novidades tanto em relação ao conteúdo inicial como a nova política de DLCs trouxe ao mesmo tempo animação e receio por parte dos fãs, visto os erros cometidos na geração anterior. Contudo, o sucesso da Capcom Pro Tour, bem como a aceitação das novas mecânicas de SFV mostram que a Capcom pretende se tornar a principal referência em eSports nos jogos de luta.

Nintendo

Embora não tenha o mesmo apelo em relação a outras desenvolvedoras no que diz respeito aos jogos de luta, a Nintendo ganhou enorme destaque com o último Super Smash Bros. Trazendo adições impensadas como Ryu, Cloud e Bayonetta, o game promete aumentar o nível das competições nos próximos anos.

Os melhores vídeos do dia

Outra iniciativa da Nintendo para 2016 é Pokkén Tournament. Lançado nos arcades japoneses em 2015, a inciativa da Big N junto a Namco pretende trazer o melhor do universo de Pokémon aos jogos de luta. Mas ainda não se sabe se abrirá possibilidades para competições profissionais.

Arc System

Guilty Gear Xrd chamou atenção com seus gráficos e jogabilidade ainda mais fluídas do que nas versões anteriores. E desde então, não saiu dos holofotes dos grandes campeonatos, com a Arc System melhorando ainda mais a experiência com suas atualizações, como o recente -SIGN-. Para este ano -REVELATOR- trará mais personagens e adições a rica história da série. As possíveis novidades quanto às franquias adquiridas pela Techno também são esperadas para este ano.

Namco

Tekkén 7 foi lançado nos arcades japoneses em 2015, com os anúncios de Katsushiro Harada de que o capítulo final da saga dos Mishima será neste game. Sua chegada aos consoles promete tanto melhorias gráficas como adições de mais personagens, sendo um deles Akuma, da série Street Fighter.

O que indica que a outra parte do crossover entre ambas as franquias, iniciado em Street Fighter X Tekken em 2012, não foi deixada de lado.

Warner

Mortal Kombat X foi considerado o melhor game de luta de 2015, aprimorando o sistema bem sucedido do game anterior, e incluindo um modo história cinematográfico e bem chamativo a série. Com competições acirradas, a franquia de Ed Boon ganha sua primeira expansão com o Kombat Pack 2, trazendo Leatherface (Massacre da Serra Elétrica), e Xenomorph (série Alien), além de lutadores clássicos da franquia.

SNK

A grande produtora dos anos 90 planeja seu retorno triunfal com King of Fighters XIV. Exclusivo para Playstation 4, o game promete trazer as mecânicas clássicas da franquia e visuais atualizados para a nova geração. Embora ainda esteja nos estágios iniciais, a previsão é que saia no segundo semestre deste ano.

Quais games está esperando? E quais são os palpites para a FGC em 2016? Deixe nos comentários.