O WhatsApp já é queridinho, agora imagine totalmente gratuito. É muito benefício em um único aplicativo.

Atualmente, são aproximadamente 900 milhões de usuários, e receber essa notícia de que vão gastar nenhum centavinho para manter o aplicativo WhatsApp é muito bom.

A previsão é que nas próximas semanas as cobranças sejam retiradas da plataforma do WhatsApp. Essa notícia foi dada por Jan Koum, Co-fundador do WhatsApp, em um evento em Munique.

WhatsApp passará a ter publicidade, anúncios ou qualquer coisa do gênero?

É até compreensível o questionamento se a estratégia da não cobrança de assinatura é o começo de uma era de publicidade, um outdoor de propaganda e anúncios. Mas Jan Koum deu uma resposta clara e objetiva, Não.

Para complementar, foi anunciado que, a partir deste ano, ferramentas serão testadas para que o usuário fale diretamente com empresas e organizações.

Pode-se concluir que uma nova era se iniciou. O WhatsApp realmente não está de brincadeira quando o assunto é negócios.

Operadoras de Telefonia Móvel no Brasil liberam o uso do WhatsApp sem desconto da franquia de dados

Prevendo que o WhatsApp e outras redes sociais são importantes e muito usadas, no ano passado, algumas operadoras liberaram o uso do facebook e do WhatsApp sem descontar da franquia de dados dos clientes.

Em contrapartida, a operadora Vivo, na época por meio de seu presidente Amos Genish, disse que jamais faria uma oferta de diferenciação para o tráfego de dados no WhatsApp. Inclusive houve até acusação de pirataria.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Tecnologia WhatsApp

Como é feito a cobrança atualmente no Brasil?

Aqui, existem três valores, por um ano, três ou cinco. Sendo R$ 2,55 um ano, R$ 6,87 três anos e finalmente R$ 9,54 por cinco anos.

Com essa mudança, fica tudo liberado, zero reais. Se com a cobrança o WhatsApp já era amado pelos brasileiros, imagina agora. Segundo uma pesquisa do Ibope em dezembro de 2015, o aplicativo era queridinho, e o mais acessado por nós.

E o que dizer para os usuários que migraram para o Telegram com o bloqueio do WhatsApp em dezembro passado?

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo