Os usuários doWhatsApp, um dos aplicativos mais usados, não só no Brasil, mas em todo o mundo, começaram a receber, esta semana, uma notificação de que o sistema agora utiliza a chamada "criptografia de ponta-a-ponta", ou seja,a partir de agora, tanto as mensagens que você envia para seus contatos, quanto as que você recebe, estarão sendo protegidas.

Muitas pessoas que viram este aviso, ao utilizar oWhatsApp, ficaram em dúvidasobre o que deveriam fazer, mas, na verdade, os usuários não precisam fazer nada, é apenas um aviso de que agora eles terão maior segurança para as mensagens trocadas.

Para ter acesso a este recurso, ambos os interlocutores devem ter a versão mais recente do aplicativo instalado no celular.

A vantagem deste sistema de "criptografia de ponta-a-ponta" é que somente você e o contato para o qual você enviou a mensagem poderão ter acesso a mesma e ler o que está escrito. Se uma pessoa conseguir interceptar a mensagem enviada, ela só conseguirá visualizar códigos. Nem mesmo o pessoal do WhatsApp poderá ler as mensagens a partir de agora.

É como se as suas mensagens, de agora em diante, fossem trancadas com um cadeado e somente a pessoa que a recebe tem a chave capaz de abri-la.

Tudo isso é feito de forma automática e o usuário não vai perceber nenhuma diferença ao usar o aplicativo. Alguns usuários acharam que seria preciso configurar algo ou autorizar o novo sistema, mas não é necessário, a criptografia já está funcionando automaticamente, mas, como já dito, somente para aqueles que atualizaram oWhatsApp.

E não há nenhuma forma de desativar o sistema de criptografia do WhatsApp.

Para alguns, isso é bom porque garante a privacidade dos usuários, mas, para outros, é motivo de preocupação, pois possibilita a comunicação entre bandidos, terroristas e pessoas que estejam planejando algo de muito ruim, uma vez que, com a criptografia, estas conversas não poderão mais ser identificadas pela Polícia.

Na sua opinião, a criptografia do WhatsApp é um benefício ou um grande risco? Deixe abaixo seu comentário.

Não perca a nossa página no Facebook!