Imagine se fosse possível, substituirmos o processo burocrático dos cartórios para registro de documentos e imóveis, por uma solução 100% digital, disponível 24 horas por dia e altamente segura, não suscetível a roubos, corrupção e adulteração através dos princípios de imutabilidade da Tecnologia Blockchain para garantir que os registros sejam totalmente confiáveis e fidedignos. Pois isso já é uma realidade possível, e vem sendo testado no Brasil como uma alternativa aos serviços cartorários existentes, para registro imobiliário.

Essa iniciativa, vem sendo liderada por uma startup chamada Ubitquity, com sede em Dover Delaware nos Estados Unidos, e que obteve uma licitação exclusiva para fornecimento para esse serviço e vem atuando nos municípios de Pelotas e Morro Redondo para incorporação de informações detalhadas como proprietário, zoneamento entre outros.

Uma iniciativa similar vem sendo testada na Suécia, no entanto, o registro de terras sueco decidiu utilizar a rede privada Blockchain da ChromaWay, em vez de usar redes públicas.

Mats Snäll, líder de desenvolvimento do serviço de registro de terras da Suécia acredita que a tecnologia Blockchain irá cortar centenas de milhões de dólares de despesas para o governo e, embora o teste de sua Blockchain privada tenha sido em pequena escala, ele espera que o projeto se expanda e cresça num futuro relativamente próximo.

"É a única tecnologia atual que realmente oferece uma maneira segura de manutenção de documentos originais digitais.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Curiosidades Tecnologia

É também até o momento, a melhor tecnologia disponível, em termos de segurança e a prova de corrupção e adulteração.", disse Snäll.

Mats Snäll tem planos ambiciosos de reinventar os meios através dos quais os registros de imóveis são realizados. Segundo suas próprias palavras:

“Vimos que esse processo era bastante conservador. Ele ainda consistia em papelada e coisas do gênero e acreditamos que seria uma boa ideia ver se esse tipo de processo poderia mudar com a ajuda da tecnologia Blockchain.”

Vale ressaltar que de acordo com o Banco Mundial, cerca de 70% do mundo não tem acesso a titulação adequada de terras, e os entusiastas da tecnologia Blockchain acreditam que esse seja um nicho muito relevante para a expansão dessa tecnologia para além do uso em operações financeiras.

Atualmente, a maior barreira à mudança do sistema de registro de terras não é a tecnologia em si, mas as leis e regulamentos vigentes já que a interpretação da lei hoje é que todos os contratos relativos à venda, compra e presentes de bens devem ser declarados em contrato por papel e caneta o que deve mudar nos próximos anos e com isso abrir novas oportunidades e possivelmente acelerar o uso dessa tecnologia para essa finalidade.

Um fato inegável, é que dia após dia nos damos conta das mais diversas possibilidade e aplicações dessa tecnologia, que com certeza é a maior evolução digital desenvolvida, desde o surgimento da Internet.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo