Elon Reeve Musk, nascido na cidade de Pretória, na África do Sul, em 28 de junho de 1971, é filho de pai engenheiro e mãe descendente de norte-americanos e canadenses. Ávido leitor de ficção científica, quando criança, Musk tinha como autores preferidos Robert Heinlein (História do Futuro), Isaak Asimov (Eu Robô e Fundação), e Douglas Adams (Guia do Mochileiro das Galáxias). Esse garoto prodígio aos 10 anos ganhou um computador e começou a aprender programação sozinho. Desenvolveu um jogo chamado Blastar e o vendeu aos 12 anos por 500 dólares (R$ 1.575).

Em 1989, aos 19 anos foi viver com parentes no Canadá e algum tempo depois entrou na Queen’s University, em Kingston, Ontário.

Após dois anos, se transferiu para a University of Pennsylvania, nos Estados Unidos, onde obteve seu bacharelado em Física e em Economia. Com 24 anos, começou seu PhD em física aplicada na Standford University, mas abandonou o programa após 48 horas para seguir seu anseio empreendedor.

Após graduado, fundou a empresa Zip2, companhia sediada em Palo Alto, Califórnia (EUA), que desenvolvia mapas e conteúdo para portais de notícias. Em 1999, a empresa seria comprada pelo AltaVista, uma divisão da Compaq.

Cofundou a X.com, empresa de pagamentos e transferências financeiras, que depois se fundiu com a Confinity, o que acabou dando origem ao PayPal, principal serviço de transferência financeiras online.

Em 2002, a PayPal foi comprada pelo eBay por 1,5 bilhão de dólares (R$ 4,7 bilhões).

SpaceX: rumo ao espaço

Fundou em 2002, a Space Exploration Technologies Corp., cujo nome comercial é SpaceX, empreendimento aeroespacial, sediada em Hawthorne, Califórnia, cujo objetivo é construir foguetes seguros e reutilizáveis para diminuir o custo de viagens espaciais.

Em 2008, a Nasa fechou um contrato com a SpaceX para serem transportadas cargas para a Estação Espacial Internacional, já planejando o transporte de astronautas no futuro. Em março de 2017, a SpaceX já havia transportado dez missões para a EEI.

Musk tem interesse na missão do programa do Sistema de Transporte Interplanetário, trabalhando no desenvolvendo de Tecnologia para uso em voos espaciais interplanetários tripulados e que, se houver demanda, poderia levar a assentamentos humanos sustentáveis em Marte em um futuro próximo.

Tesla Motors: automóvel sustentável

Com grande interesse na utilização de energias renováveis, Musk atualmente está à frente como CEO da empresa tesla Motors, fundada em 2003, cujo nome é uma homenagem ao inventor e engenheiro eletricista Nikola Tesla. A empresa cria e produz carros elétricos de alto desempenho e componentes para motores e veículos elétricos, também sendo fornecedora de peças para a Daimler e Toyota.

A empresa ganhou destaque mundial como lançamento do Tesla Roadster, o primeiro carro desportivo totalmente elétrico. O segundo veículo da empresa é o sedan esportivo de luxo Model S, totalmente elétrico. Os seus dois novos veículos são o SUV Model X e o cupê Model 3.

A visão de Musk para o futuro é que nos próximos anos todos os carros da empresa serão autônomos e poderão trabalhar como táxis enquanto o dono dorme ou trabalha, gerando renda tanto para ele quanto para a Tesla, que irá administrar tudo.

Os carros serão elétricos, com painéis solares próprios.

Outras empresas

SolarCity, onde é o maior acionista. Fundada por dois dos primos de Musk, a empresa se uniu atualmente aos negócios da Tesla. Hoje, a SolarCity é a segunda maior empresa de energia solar nos Estados Unidos.

Musk disse no blog da empresa “que o objetivo da fusão é fazer da nova Tesla uma empresa totalmente limpa, unindo a venda dos veículos elétricos com os sistemas solares, oferecendo aos consumidores uma única fonte de energia para garantir um estilo de vida com baixo consumo de carbono.”

OpenAI, anunciada em dezembro de 2015, a instituição sem fins lucrativos pesquisa inteligência artificial amigável. A organização visa tornar a inteligência artificial aberta, acessível a todos, para combater grandes empresas, organizações e governos que possam utilizar inteligência artificial para seus fins próprios e nefastos.

Neuralink, estabelecida em 2016 e anunciada somente em 2017, é uma sociedade médica neurológica com sede na Califórnia. O empreendimento se propõe a desenvolver interfaces cérebro–computador (ICs) implantáveis.

Musk em entrevista aspirou inicialmente criar dispositivos para tratar doenças cerebrais graves, e futuramente transformar a inteligência artificial na nuvem em uma extensão do cérebro humano, desenvolvendo tecnologia de redes neurais e implantes de pequenos eletrodos no cérebro que poderiam fazer o download (e upload) dos pensamentos.

Hyperloop Transportation Technologies, outra de suas empresas trabalha no desenvolvimento de sistema que transportaria passageiros e cargas em cápsulas, que se movem dentro de tubos metálicos com ar de baixa pressão e que viajam “à velocidade do som”.

Novidade: Elon Musk quer instalar um Centro de Pesquisa e Desenvolvimento no Brasil, mas isso é tema para outro artigo (aguardem...).

Enfim, Elon Musk, o magnata visionário parece ter saído de um filme de ficção científica e essa ficção, graças a sua visão empreendedora, está trazendo o futuro até nós de forma muito rápida. Ele resume tudo isso em um pensamento: “Eu digo algo e geralmente acontece. Talvez não no calendário previsto, mas geralmente acontece”. Somente quem viver verá.

Siga a página Tecnologia
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!