Que o WhatsApp Messenger, hoje pertencente ao Facebook, é um dos aplicativos de mensagens instantâneas mais populares do mundo, não é novidade para ninguém. Após ser vendido para Mark Elliot Zuckerberg, um dos fundadores do Facebook, o aplicativo vem apresentando diversas novas funções, o que deixou o mensageiro ainda mais intuitivo.

Hoje é possível enviar todos os tipos de documentos, arquivos de vídeo e áudio, além do aumento da interatividade entre usuários com a implantação do WhatsApp Stories, onde o usuário compartilha uma Storie, que pode ser foto, vídeo ou texto, que fica no ar por cerca de 24h.

Sem contar que hoje já é possível fazer chamadas de voz e vídeo, o que faz o mensageiro concorrer com vários outros do ramo de vídeo-chamada, como Skype, Kiwi etc.

Expansão dos recursos do mensageiro

O que antes era apenas um mensageiro independente, hoje vem se tornando um aplicativo essencial na vida de todos. Em meio a esse crescimento exponencial, a empresa vem constantemente desenvolvendo novos recursos para torná-lo ainda mais útil.

O WhatsApp tem se tornado muito importante para comunicação entre empresas. Em meio a isso, surgiu o WhatsApp Business, mais direcionado para micro e pequenas empresas. O aplicativo foi lançado na quinta-feira passada (18). A nova versão do aplicativo já está disponível para download nas lojas. Contudo, ainda não é possível baixá-lo no Brasil por uma questão de restrição de geolocalização, já que ainda não foi lançado no país.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Tecnologia WhatsApp

As novas funcionalidades envolvem conta comercial, envio de mensagens automáticas, além de estatísticas de interações entre consumidores. Em entrevista à revista Exame, Anne Yeh, gerente de Comunicação do aplicativo, falou um pouco mais sobre os recursos do WhatsApp Business e o quanto ele é diferente do WhatsApp Enterprise, já que esse último é direcionado para empresas de grande porte.

Ao ser questionado sobre a possibilidade de exibição de anúncios no mensageiro, Anne não descartou a possibilidade, mas disse ser cedo para falar sobre isso.

O WhatsApp realmente irá cobrar por recursos adicionais para as empresas?

O WhatsApp Messenger não efetua cobranças ao usuário desde que foi vendido para o Facebook, quando era cobrado uma pequena taxa anual por usuário. De acordo com Anne Yeh, não será cobrado nenhuma taxa pelo envio de mensagens e as funcionalidades atuais continuarão de graça. No entanto, o novo aplicativo planeja trazer novas funcionalidades, que serão cobradas futuramente, caso as empresas tenham interesse.

Diante disso, fica claro que o mensageiro ainda passará por muitas transformações neste ano, tornando-o ainda mais envolvente. As mudanças poderão não agradar a todos, mas a aposta já foi lançada, cabendo ao usuário avaliar negativamente ou positivamente as novidades.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo