A missão BepiColombo enviará neste sábado (20) dois orbitadores científicos para o menor planeta rochosos do sistema solar: Mercúrio. O projeto é uma parceria entre Agência Espacial Europeia (ESA) e a Agência de Exploração Aeroespacial Japonesa.

Classificado como um planeta do Sistema Solar interior, Mercúrio está localizado entre a Terra e o Sol. Essa proximidade do Sol faz com que a missão seja ainda mais delicada, uma vez que sua gravidade faz com que a espaçonave ganhe velocidade e não consiga ser puxada pela fraca gravidade de Mercúrio.

De acordo com o chefe de operações da missão, Paolo Ferri, para que a missão seja um sucesso algumas técnicas e soluções de navegação devem ser extremas. A nave seguirá por um caminho mais longo e fazer a aproximação em uma trajetória mais oblíqua.

Ao sair da Terra, a espaçonave viajará por nove bilhões de quilômetros com uma duração de sete anos, devendo chegar ao seu destino no final do ano de 2025, onde enfrentará temperaturas altas de até 350°C.

A missão com o nome BepiColombo, uma homenagem ao astrônomo italiano Giuseppe Colombo, conta com duas espaçonaves: a Mercury Planetary Orbiter (MPO) e a Mercury Magnetospheric Orbiter (MMO).

A previsão é de que a sonda colete dados durante 1 ano, podendo se estender para mais 1 ano.

Uma das questões a serem estudas pela sonda é a origem do campo magnético de Mercúrio. BepiColombo possui um módulo fabricado pelo Japão que deverá se desprender da nave e assumir uma órbita em torno do planeta. Além disso, a sonda também irá analisar se há presença de água e enxofre.

No espaço

Após o lançamento da espaçonave, os primeiros dias de voo são os mais delicados. Os engenheiros da missão explicam que da decolagem até a sua estabilização na órbita planejada, a sonda BepiColombo estará na “fase de lançamento e órbita”, o que significa que a espaçonave será gradualmente ligada e seus sistemas verificados.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Tecnologia Mundo

Depois desta fase, a espaçonave estará no ponto entre a Terra e o espaço, e elementos-chave como propulsores e vela solares devem ser ativados imediatamente, depois de ser separado do lançador.

Planeta Mercúrio

Mercúrio é o menor e menos explorado planeta do sistema solar, ele tem um terço do tamanho da Terra, trata-se de um planeta rochoso, com temperaturas que variam de 450ºC a -180ºC, com sinais de que havia atividades vulcânicas.

O planeta mais próximo do Sol é ligeiramente maior que a lua da Terra, possui um núcleo maciço.

Os dias em Mercúrio são mais longos com anos mais curtos, sua atmosfera é bem fina, composta apenas pelo gás Hélio e Sódio.

Diferente da maiorias dos planetas, Mercúrio não possui um satélite natural.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo