Relacionamentos, sejam ele pessoais ou profissionais, exigem compreensão, companheirismo, muita paciência. E vários outros ingredientes fundamentais para a harmonia e sucesso de uma parceria. Mas às vezes, as melhores parcerias se desgastam e não sobrevivem ao efeito do tempo. Um exemplo disso são algumas duplas sertanejas que considerávamos inseparáveis.

Confira a lista das duplas que se separaram definitivamente e algumas que voltaram a dividir os palcos após alguns anos.

1. Pedro & Thiago

Os primos, que seguiram os caminhos dos pais (Pedro é filho do cantor Leonardo e Thiago é filho de Leandro, da famosa dupla Leandro & Leonardo), lançaram seu primeiro CD em 2002.

Ao longo da carreira, 9 CDS foram gravados, sendo o último deles ao vivo em 2011. Em 2012, Pedro sofreu um grave acidente de carro quando voltava de um show e ficou entre a vida e a morte. Durante os 80 dias em que ficou internado, Thiago cumpriu a agenda da dupla. Em maio do ano passado foi anunciado o fim da dupla e, de acordo com as declarações de Thiago, a decisão partiu de Pedro.

2. Hugo Pena e Gabriel

A dupla lançou seu primeiro álbum em 2004. Os dois emplacaram muitos sucessos, como as músicas "Mala Pronta", "Hobin Hood da Paixão", "Estrela" e "Parece Castigo" em seus 7 anos de atividade.

Separaram-se em 2011, após algumas brigas e Hugo Pena não comparecer a diversos shows da dupla. Antes do comunicado oficial emitido por Gabriel e pelo empresário, Hugo Pena publicou em seu Twitter "Fui demitido do meu próprio nome". Segundo Hugo, a separação foi influência do empresário. Gabriel montou uma dupla com outro cantor, Hugo, mas a dupla não durou muito tempo. Hugo Pena segue em carreira solo e planeja gravar seu DVD.

3. Edson e Hudson

Uma das duplas sertanejas de maior sucesso no Brasil, os irmãos comunicaram seu término em 2010.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Curiosidades

Segundo eles, os motivos da separação foram a doença de Hudson (transtorno do pânico) e as crises de estresse de Edson. Seguiram em carreira solo e em 2011 decidiram voltar a dividir os palcos. Em 2012, Edson e Hudson voltaram e gravaram o DVD "Faço um Circo pra Você". Neste ano lançaram o álbum com o mesmo nome do DVD. Após o tão aguardado lançamento do CD, Hudson foi preso algumas vezes e responde em liberdade por porte ilegal de armas. Atualmente, Edson faz apresentações solo, enquanto Hudson está internado em uma clínica de reabilitação.



4. Rick e Renner

O fim da dupla foi em 2011, após mais de 20 anos de carreira. Os boatos do fim da carreira começaram após Rick lançar um CD com seu filho Victor, e Renner se candidatar a senador. As ausências de Renner na divulgação do novo CD de trabalho, "Happy End", colaboraram para que a dupla chegasse ao fim. Os cantores Rick e Renner ainda seguiram carreira solo e, em 2012, anunciaram seu retorno com o lançamento do CD "Inacreditável o poder do Amor".

5. João Mineiro e Marciano

João Mineiro e Marciano faziam o autêntico sertanejo de raiz, lançaram seu primeiro CD, "Ficha de Jesus", em 1973 e separaram-se em 1993.

Após a separação, João Mineiro montou outras duas duplas, uma com Marino e depois com Marcian. Mas o sucesso veio mesmo quando dividiu os palcos com Mariano. Em 2012, João Mineiro faleceu aos 76 anos devido a uma insuficiência cardíaca. Marciano segue em carreira solo e desde 1993 já gravou 10 CDs. Nunca foram revelados os motivos que levaram ao fim da dupla.



Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo