Meados dos anos 80, o Brasil vivia uma época de transformações. O fim da ditadura militar era eminente, jovens Brasil a fora empunham suas novas armas, guitarras, baixos, baterias e microfones, para berrar aos quatros cantos: "Sim, nós temos Rock and Roll!".

ABC Paulista, berço de inúmeras bandas que saíam de suas garagens para tomar de assalto as casas de espetáculos e danceterias que pipocavam nos grandes centros. Foi no ABC que surgiu uma das primeiras bandas de thrash metal brasileiras, o Necromancia.

Formada pelos irmãos Marcelo "Índio" D'Castro na guitarra e voz e Kiko D'Castro na bateria, completando a formação Edgar "Budega" Gerbelli no baixo. Logo a banda se destacava no meio underground nacional, principalmente depois de sua participação na coletânea Headthrashers Live que revelou entre outros o guitarrista do Sepultura, Andreas Kisser.

Após muita luta e persistência, mais de uma década depois de seu surgimento, a banda consegue enfim gravar seu primeiro disco, o homônimo Necromancia de 1996, que até os dias de hoje é considerado um clássico do estilo no Brasil.

O disco foi produzido por Geraldo D'Arbilly que já tinha trabalhado com David Byrne (ex-Talking Heads) e David Bowie. Três canções do disco se destacam, "Cold Wish", "No Way Out" e a instrumental "Hypnotic".

Cinco anos mais tarde, em 2001, lançariam seu segundo álbum Checkmate, produzido pelo amigo Andreas Kisser, que influenciou no amadurecimento e ajudou a banda a aprimorar sua técnica, deixando o disco com uma cara mais heavy metal. Como dizem no meio, o disco é "uma pedrada na orelha", com participações mais do que especiais do próprio Andreas em "Action/Reaction" e "Greed up to Kill". Com Alex Camargo do Krisiun em "The Blooding" e Gepeto do Ação Direta em "Farsa", o disco teve ótima receptividade da crítica especializada e acabou sendo lançado na Europa pelo selo Mausoleum Records.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Curiosidades Música

Em 2008 a banda negocia com o selo Voice Music e relança o primeiro disco, incluindo o material antigo como bônus, entre eles o material gravado no Headthrashers Live, a demo Suicidal Madness de 1988, o compacto "Hypnoitic" além de uma versão para "Dead Embrionic Cells" do Sepultura.

Atualmente o Necromancia está divulgando o material de seu terceiro álbum, Back from the Dead. O disco traz à tona a forte influência do thrash metal dos anos 80, contendo dez canções inéditas, além de uma nova versão para a clássica "Death Lust", gravada originalmente na demo Suicidal Madness de 88.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo