A Sony voltou atrás e resolveu estrear o já polêmico filme "A Entrevista". Mesmo assim, o tipo de estreia vai ser diferente do previsto. A empresa decidiu lançar a comédia em plataformas online como o Youtube e Xbox. O filme será exibido hoje (25) no Youtube. No Xbox e Google Play, "A Entrevista" ficará disponível para aluguel.

A estreia havia sido adiada sem data definida para lançamento após o filme ter sido alvo de ameaças de hackers, que divulgaram mensagem de ataque terrorista nas salas que exibissem o filme.

O Youtube é conhecido pela distribuição gratuita de vídeos, mas o acesso ao filme será feito por meio de locação online.

A decisão veio após a Sony debater com o Google alternativas para exibir o filme. Ao fim do debate, a empresa decidiu que algumas poucas pessoas não poderiam determinar os limites da liberdade de expressão de um outro país, ainda mais quando o assunto é um filme de comédia. Além das parcerias fechadas para exibir o filme, a Sony também irá exibi-lo em seu próprio site. A empresa tentou fechar parceria com a Apple, mas sem sucesso.

A estreia online vai coincidir com a estreia ao vivo em centenas de cinemas independentes do país - apenas as grandes e principais redes desistiram da estreia. O filme estreou à 0h de hoje. Toda a polêmica envolvendo o filme fez com que os ingressos esgotassem e fossem formadas filas de espectadores ansiosos para conferir a obra. O diretor do filme Evan Goldberg e o ator e roteirista Seth Rogen apareceram de surpresa numa sessão lotada em Los Angeles.

Mesmo que o filme tenha estreado em 300 cinemas independentes, eles não deixaram de tomar medidas de segurança contra qualquer possível ataque.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Curiosidades Cinema

Todos os cinemas garantiram trabalhar junto à polícia de suas cidades. Na entrada dos cinemas, muitas pessoas afirmavam que só foram assistir o filme por causa da controvérsia ao seu redor, como um ato político defendendo a liberdade de expressão.

Mesmo estando disponibilizado em serviços online de vídeo, a sua exibição se limita apenas aos Estados Unidos - pelo menos por enquanto. Para alugar o filme, é necessário usar cartão de crédito do país. Além disso, o endereço de IP tem que ser americano.

O aluguel do filme custa US$5,99. No Brasil, a estreia estava prevista para o fim de janeiro de 2015, mas foi cancelada e não tem previsão de nova data.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo