"Cinquenta Tons de Cinza conseguiu capturar a voz do autor", diz crítica americana, na revista 'Variety'.

Se depender da crítica da mídia especializada americana, a adaptação para o cinema da obra de E. L. James, já estreia com um ponto positivo. O longa foi avaliado pelos críticos como um dos poucos casos em que o filme é melhor do que o livro e também foi comparado ao filme '9½ Semanas de Amor', que foi um grande sucesso na década de 80.

De acordo com o artigo publicado por Justin Chang, crítico de cinema da revista 'Variety', se o problema com muitas adaptações literárias é o fracasso em capturar a voz do autor, então essa lacuna é a única grande virtude de 'Cinquenta Tons de Cinza'.

Ambas as revistas, a 'Variety' e a 'Hollywwod Reporter', compararam as cenas mais picantes de '50 Shades' com o filme '9½ Semanas de Amor'.

Segundo Sheri Linden, membro da Associação de Críticos de Filmes de Los Angeles (LAFCA), ao contrário do filme mencionado, '50 Shades' vê o sexo sob a perspectiva da mulher e é o primeiro filme de estúdio, em anos, direcionado a esse tema. Além disso, é muito fiel ao livro e mantém algumas de suas linhas mais risíveis. "Mesmo assim, o filme é, por definição, uma proposição mais forte do que o livro porque desnuda o monólogo interior - presente no livro como 'deusa interior' - que direciona o texto a uma auto-paródia", completa a crítica, em seu texto publicado na 'Hollywwod Reporter'.

A crítica da 'New York Daily News', Elizabeth Weitzman, escreveu que "O crédito vai para a diretora Taylor-Johnson e o roteirista Marcel, que excluíram as maiores falhas do primeiro livro, enquanto continuaram a honrar a sua essência". E disse ainda que Dornan, infelizmente, nunca evolui para mais do que um rostinho bonito. Mas que Johnson é comprometida e faz com que todas as descobertas de Ana sejam convincentes - fora ou dentro do quarto.

Sara Stewart, crítica do 'New York Post', disse que Jamie Dornan se ajusta muito bem no papel do controlador-excêntrico Christian, apesar de não conseguir manter seu sotaque irlandês fora do personagem.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Opinião

"Já Dakota, faz Anastasia menos irritante do que ela é no livro", completa.

O filme estreia amanhã (na madrugada de hoje para quinta), no Brasil e em vários outros países. Nos EUA, a estreia é no dia 13, Dia dos Namorados.

Enquanto não assiste, leia o que a blogueira que já assistiu a 'Cinquenta Tons de Cinza' achou do filme. 

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo