O reality show norueguês Sweatshop Deadly Fashion enviou três blogueiros atuantes na área de moda para experimentar as condições precárias e exaustivas de Trabalho na indústria têxtil do Camboja. Sweatshop é um termo para designar as fábricas que oferecem baixos salários e pouca dignidade aos trabalhadores. Segundo o site Update or Die, a série, dividida em cinco partes, visa apresentar os horrores dessa realidade no país do sudeste asiático.

O programa online, produzido pelo jornal norueguês Aftenposten, enviou os três blogueiros profissionais Anikken, Frida e Ludvig para conhecer a realidade daqueles que costuram suas roupas.

Segundo a revista Exame, eles deixaram a comodidade de suas vidas para experienciar a rotina em uma fábrica têxtil na capital Phnom Penh durante um mês de trabalho.

A blogueira Anikken revelou gastar em torno de 600 euros ao mês com roupas, além de sempre ganhar algumas peças como presente. No início do programa, lamentava e demonstrava certo conformismo em relação ao sofrimento dos trabalhadores em condições indignas. Após vivenciar a rotina dos operários no Camboja, declarou, às lágrimas: "Eu não aguento mais, isso não é vida".

No segundo episódio, os jovens visitam a residência da operária Sotky e constatam que toda a área de seu pequeno apartamento é menor do que seus banheiros na Noruega. De acordo com o site Update or Die, a blogueira Frida afirma que sente pela mulher, mas acredita que a trabalhadora tenha vivido assim durante toda sua vida. "Esta é a sua casa, ela não a considera ruim", constata.

Em seguida, o trio segue com Sotky até uma loja de roupas, onde uma blusa custa 35 dólares - quantia maior do que toda sua renda mensal.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Vagas Televisão

Uma blusa simples de manga comprida corresponde ao valor de seu aluguel. Com o salário de três dólares ao dia, a operária pode comprar roupas apenas uma vez ao ano, e por não mais que dois dólares. Ou seja, Sotky pode gastar somente quatro dólares ao ano, e costura roupas que chegam a lhe custar um ano de trabalho.

Com cinco episódios de aproximadamente 10 minutos, a série Sweatshop Deadly Fashion está disponível para exibição no site do Aftenposten.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo