Inezita Barroso faleceu no domingo, dia 8, durante a noite. De acordo com aassessoria de imprensa do Hospital Sírio-Libanês, a cantora e apresentadoraestava internada desde o dia 19 de fevereiro e fez aniversário de 90 anos nohospital, no dia 4 de março. Inezita deixou uma filha, três netas e mais cincobisnetos.

No final do ano passado, Inezita foi internada depois de cair em uma casaque estava hospedada no interior de São Paulo. Na época, o boletim médicoinformou que a cantora caiu da cama e por isso apresentava fortes dores nascostas.

O velório será realizado na segunda feira, dia 9, apenas para familiares na AssembléiaLegislativa de São Paulo. Será decidido um horário para que os fãs possamparticipar do velório. A previsão é que o sepultamento aconteça as 17h, noCemitério Gethsêmani, na Zona Sul de São Paulo.

Inezita Barroso é um dos grandes nomes da Música sertaneja brasileira econtribuiu muito para o crescimento desse estilo. A cantora é considerada amais importante e mais antiga expressão artística da música raiz no Brasil.

Nascida em São Paulo,ela fez carreira na Televisão e no rádio, fez passagens pelo teatro e cinema,além de ter atuado e produzido diversos espetáculos musicais. Tamanho o prestígio,Inezita foi convidada em novembro do ano passado para ocupar uma cadeira naAcademia Paulista de Letras.

De acordo com Marta Barroso, filha da cantora, Inezita sempre foi uma mulherdesbravadora e guerreira em uma época em que a mulher não podia nem ao menosdirigir, mas ela já dirigia de Brasília para a Bahia para se apresentar.

Para afilha, a cantora sempre foi diferente e escolheu um dia bastante marcante paramorrer: o dia internacional da mulher.

Geraldo Alckmin, governador de São Paulo, emitiu uma nota demonstrando pesare afirmando que participou com ela do programa ‘Viola, Minha Viola’. O programaera comandado por Inezita e é considerado o programa musical mais antigo datelevisão do Brasil. Foram 35 anos de muita música raiz todas as manhãs dedomingo.

Não perca a nossa página no Facebook!