Pelo visto Luiz Bacci passou pouquíssimo tempo desempregado, pois pouco mais de uma semana depois de ser comunicado de sua dispensa pela Band, o apresentador está de volta à Rede Record. A informação foi divulgada ontem, segunda-feira, dia 30 de março, na coluna assinada por Flávio Ricco do portal UOL.

Embora ainda não se saiba o que Bacci faria no retorno para a sua antiga emissora, comenta-se que ele poderia assumir o "Balanço Geral SP" da parte da manhã, pois Fabíola Gadelha não conseguiu emplacar no horário a audiência esperada pela emissora.

O responsável pela volta do "Menino de Ouro" para a Record, teria sido o vice-presidente da emissora, Douglas Tavolaro. Embora o contrato não tenha sido assinado, todos os detalhes já teriam sido resolvidos, faltando apenas a assinatura do apresentador.

Demissão da Band

Luiz Bacci tinha sido contratado a peso de ouro pela Band, que ofereceu um salário de R$ 300 mil por mês para que ele comandasse dois programas, um diário e um semanal, sendo que este seria uma espécie de game show aos domingos.

O programa diário era o "Tá na Tela" que ia ao ar de segunda à sexta, de 17 às 19 horas, e começou dando bons índices de audiência para a emissora, mas com o tempo, a fórmula do programa foi ficando gasta e a audiência despencando. O jeito foi apelar para matérias sensacionalistas, que além de espantar a pouca audiência acabou desagradando os diretores da emissora e espantando possíveis anunciantes. Resultado: o "Tá na Tela" (que tinha um custo alto e dava prejuízo) durou apenas quatro meses, de agosto até dezembro.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Famosos Televisão

A solução encontrada foi mandar o apresentador para o jornal matinal "Café com Jornal".

Insatisfeito com seu pouco aproveitamento, ao mesmo tempo que não recebia nenhum sinal sobre o seu game show de domingo, Bacci não teria se mostrado desconfortável ao saber que seria dispensado. Pelo contrário, teria aceitado a demissão de bom grado e até concordu em reduzir o valor que receberia pela quebra de contrato, cujo o valor original era de R$ 3 milhões. Segundo informações de bastidores, o apresentador abriu mão de mais de metade da quantia.

Demissões em massa na Band

Bacci não foi o único a ser dispensado. Na semana passada toda a equipe do "Agora é Tarde" foi dispensada, quando o programa foi cancelado. O apresentador Rafinha Bastos continua na emissora, mas na geladeira. Além destes, outros 200 funcionários da Band foram demitidos.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo