Não é de hoje que os autores de novelas tratam do tema corrupção em suas tramas. Mas claro, a arte por mais clara e objetiva que seja nunca consegue dramatizar de forma tão real e contundente a vida. Os escândalos de corrupção tem tomado conta do noticiário brasileiro e tratar do tema em uma novela das oito acabou fazendo com que os autores aproximassem o tema da realidade brasileira.

Nos capítulos anteriores da novela Babilônia, vimos o prefeito Aderbal (Marcos Palmeiras) da fictícia cidade de Jatobá superfaturar o dinheiro da merenda e das carteiras escolares.

A empresa do primo do prefeito em questão foi a que venceu a licitação pública e foi contratada pela prefeitura, e teve que repassar o orçamento de forma superfaturada para a Prefeitura. O prefeito da cidade tem a imagem de alguém ético, verdadeiro, ou seja, acima de qualquer suspeita. Na verdade, ele é bem parecido com aqueles que desviam o dinheiro público mas que dão a entender para o povo nas eleições que são a solução para todos os problemas que necessitam.

A novela estreou há pouco tempo, e nos primeiros grupos de discussão foi detectado pelos autores que os personagens antiéticos foram rejeitados, e os de caráter honesto foram bem recebidos pela audiência da novela.

Neste momento delicado que o país atravessa com tantos escândalos de corrupção na politica, atores e atrizes acabam representando na ficção os vilões e mocinhos que estão todos os dias nos noticiários dos jornais. A sinopse foi escrita em 2013, muito antes da roubalheira desenfreada vir à tona, explica Ricardo Linhares, coautor da novela, ao lado de Gilberto Braga e João Ximenes Braga.

Segundo o escritor, o comportamento criminoso de personagens como Beatriz (Glória Pires), presidente da construtora Souza Rangel, e do prefeito de Jatobá, Aderbal Pimenta (Marcos Palmeira), teve uma recepção negativa justamente por conta do momento em que o país vive.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Famosos Curiosidades

Acende o alerta para a discussão sobre o que é ser ético e honesto em um país que tem em suas instituições escandá-los de corrupção e compra de influência tão graves e notórios. Os telespectadores da novela se sentiram incomodados com os escândalos de corrupção retratados na ficção. Porém exaltaram a honestidade de personagens como Regina (Camila Pitanga) e Vinícius (Thiago Fragoso). Se a arte imita a vida, vamos assistir por qual caminho seguirá a história retratada e esperar para ver as cenas dos próximos capítulos.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo