O vencedor da 15ª edição do Big Brother Brasil, Cézar Lima já havia se inscrito para as 14 edições anteriores e com muita insistência conseguiu ser convocado para o seleto grupo, que anualmente disputa a atenção do público e um prêmio milionário. Depois que o paranaense sobreviveu a 6 paredões, e venceu o programa sem formar um casal, sem fazer aliados e sem ganhar nenhuma imunidade, muita gente começou achar que pode ser fácil conquistar os milhões de telespectadores e embolsar uma boa grana através do BBB.

E já é possível embarcar nessa longa corrida até janeiro de 2016, onde os próximos brothers serão confinados dentro da casa mais vigiada do país.

Durante o programa deste ano, muitos boatos de que o reality show iria terminar surgiram e deixaram os brasileiros, que tem o sonho de participar do BBB, preocupados, mas a Rede Globo e a produção do programa anunciaram ontem a abertura das inscrições para o BBB 16. Em 15 edições, mais de 200 brothers participaram da loucura, que é viver em confinamento com pessoas que você nunca viu na vida, e milhares ficaram apenas observando pela TV e internet, querendo fazer parte da história de um dos mais famosos realitys da Televisão brasileira.


Aos interessados, existem duas maneiras de fazer parte do BBB 16, através das seletivas regionais que serão realizadas em dez cidades: Belém, Belo Horizonte, Cuiabá, Brasília, Natal, Porto Alegre, Rio de Janeiro, São Paulo, Recife, Curitiba e Goiânia. E caso você não seja classificado nessa etapa, ainda é possível fazer a inscrição regional - enviando fotos junto com um formulário disponibilizado pela produção, e a inscrição nacional - que além das fotos e do formulário, é necessário fazer um vídeo de 3 minutos, no máximo. Esse formulário e o termo de compromisso estão disponíveis no site oficial do BBB, que fica no ar durante todo ano.


A última edição do programa foi marcada pela diversidade das pessoas, pela falta de contato com o mundo externo que fez os brothers ficarem sem algumas regalias que eram constantes em edições anteriores - como possibilidade de passeios, comemoração do carnaval fora da casa e variedade de shows durante as festas - e por algumas polêmicas que incluíram problemas na execução e produção das provas e também outras discussões como a prática de sexo sem camisinha.


E você, toparia entrar em uma casa cheia de câmeras para disputar um prêmio milionário? Qual seria sua estratégia?
Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo