Uma verdadeira falta de respeito acontece quando uma notícia sobre a morte de alguma celebridade é espalhada pelas redes sociais.

Certamente que, no momento em que alguém se torna famoso, alguns boatos sobre quem a pessoa está namorando ou casais Famosos que estão se separando ou se formando, também é uma invasão à privacidade; mas é algo que acaba fazendo parte das suas vidas, porém ninguém deve se julgar o senhor do destino de uma pessoa, seja celebridade ou não, principalmente em questões de vida.

Foi o que aconteceu recentemente com a atriz Tônia Carrero, cuja morte foi divulgada em redes sociais, que ela falecera aos 92 anos, cercada de seus parentes queridos. Na verdade, tratava-se de uma matéria atual do Jornal O Globo sobre a atriz, informando dados sobre ela, mas internautas teriam feito uma infeliz e inconsequente montagem declarando sua morte.

O jornal em seguida desmentiu a falsa informação pela Internet.

Maria Antonieta de Farias Portocarrero está com 93 anos e morando na Zona Sul carioca.

Vive com a saúde abalada e com dificuldades de locomoção, falando muito pouco, mas lúcida e bem-humorada, segundo seu filho, o também ator Cecil Thiré, de 71 anos, filho único de Tônia, que também contracenou com a mãe em várias ocasiões.

Preocupada com a repercussão, a neta de Tônia, Camila Thiré, num tom de desabafo pediu em vídeo para que se divulgue a falsidade da notícia da morte da avó, com as seguintes palavras: Está virando uma coisa surreal. A Tônia não morreu, ela está bem, está viva.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Famosos Televisão

Meu telefone não para, e-mail, whatsapp... eu fico desmentindo e a coisa está piorando. Foi um susto horroroso. Por favor, parem!" suplica Camila, no final.

O próprio sobrinho Leonardo Thierry, também ator, chegou a postar uma foto da família em torno da tia para mostrar a todos que ela está viva e "vendo Televisão neste momento."

BOATO SOBRE CAZUZA EM 1989

Um episódio quase semelhante aconteceu com o cantor e compositor Cazuza, quando dois repórteres da revista Veja noticiaram na primeira página, com a foto do cantor num estado de saúde bem debilitado (denunciando sua excessiva magreza), a polêmica matéria intitulada "Cazuza - uma vítima da AIDS agoniza em praça pública", poucos meses antes de falecer em consequência da AIDS.

Na ocasião, ao ler a reportagem, seu estado de saúde piorou, levando seus familiares e amigos à total indignação. Se houvessem redes sociais na época, provavelmente a carta do cantor, em réplica, teria sido publicada na íntegra, sendo que um dos trechos dizia que "Não estou em agonia, não estou morrendo. Posso morrer a qualquer momento, como qualquer pessoa viva. Afinal, quem sabe com certeza quanto vai durar?"

Curiosamente, pela primeira vez em quase 30 anos, a edição seguinte da Veja não foi publicada, devido a uma greve da classe gráfica.

A atriz Tônia Carrero, dona de um talento tão grande quanto sua beleza física, não está mais atuando, nem no teatro, e nem na televisão, mas não morreu. Está com 93 anos, sem poder se locomover, quase não fala... mas está lúcida. E viva!

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo