"Sim, eu aceito", é uma das frases mais repetidas por diversos casais. Expressão esta que se refere a uma das instituições mais antigas conhecidas - o casamento. Alguns falam que o Relacionamento amoroso tradicional entre duas pessoas, consagrando os votos de "viveram felizes para sempre" está em crise; entretanto, o casamento reúne todo um glamour e romantismo, que vão desde questões sentimentais até culturais.

O fenômeno casamento, não deixou de ser registrado em canções, na literatura mundial e consagrado no Cinema.

E por falar em cinema, foi lançado em 2002 nos Estados Unidos, a comédia romântica com o título "My Fat Greek Wedding", sendo este filme batizado no Brasil de "Casamento Grego", um dos filmes mais lucrativos de todos os tempos na história do cinema - custou meros US$ 5 milhões, rendendo mais de US$ 360 milhões - e na ocasião recebeu uma indicação ao Oscar, na categoria de Melhor Roteiro original.

Com a migração grega para os Estados Unidos, muitos desses imigrantes por lá fizeram a vida e constituíram as suas famílias.

E é justamente em uma típica grande metrópole americana, Chicago, que a estória se desenrola, com a personagem Toula Portokalos (Nia Vardalos), Grega com 30 anos de idade, que ganha a vida trabalhando no restaurante familiar, o Dancing Zorba's. O pai dela, Gus (Michael Constantine), considerava a filha um pouco desengonçada no dia a dia e ultrapassando a idade "ideal" para se casar, ou seja, o grande sonho de Gus era vê-la casada, mas só com um outro patrício. No contexto do filme, a mãe de Toula convence ao pai de que a moça deve fazer aulas de informática, e assim se inicia uma grande metamorfose em que a atriz cuida mais do visual.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Relacionamento Cinema

As mudanças não param por aí: Toula toma a decisão de abandonar o serviço no restaurante e começa a trabalhar na empresa de turismo da tia e lá por coincidência, ela reencontra Ian Miller (John Corbett), um professor colegial, frequentador do restaurante do pai dela. A paixão entre ambos é imediata e começam a namorar as escondidas porque Miller é inglês. A Família da moça descobre o relacionamento do casal e o pai necessita aceitar o rapaz, o namorado precisa aceitar as tradições gregas, entre outras mudanças na vida de ambos e dos familiares.

Pensando na continuidade deste sucesso cinematográfico, a Universal Pictures acordou com as produtoras Gold Circle, HBO e Playtone para que comecem a produção de "Casamento Grego 2" com os mesmos protagonistas Nia Vardalos (que assim como no 1º filme, também assinará a 2ª sequência) e John Corbett. A trama revelará como se encontra o casamento de Ian e Toula mais de dez anos depois de acontecido e um segredo familiar unirá os barulhentos e engraçados Portokalos outra vez em um novo e ainda mais espetacular casamento.

Treze anos após o primeiro filme, Nia escreve a continuação da história de Toula, Ian e da grande família da protagonista, provavelmente se focando na vida do casal com os filhos.

O longa 'My Big Fat Greek Wedding 2', ou 'Casamento Grego 2', já conta com estúdio e diretor. O filme será dirigido por Kirk Jones que também participou em outros filmes como: O que Esperar Quando Você Está Esperando? e Nanny McPhee, a Babá Encantada.



A previsão é de que as filmagens se iniciem em 2016. O orçamento da sequência e outros detalhes técnicos ainda não foram revelados à imprensa, mas se o 2º filme, repetir a dose de graça e simpatia da 1ª produção, provavelmente será um outro sucesso de bilheteria e público.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo