A cantora e atriz americana Patti LuPone,conhecida por suas atuaçõesna Broadway e vencedora do Tony Award, em 1979, por sua performance como Eva Péron, no musical teatral Evita, viveu seu momento de profunda irritação, com a falta de educação de uma mulher que "assistia" sua peça de teatro.

A espectadora, jovem e bonita, segundo LuPone,estava sentada na primeira fila, acompanhada de seu namorado ou marido. A mulher, visivelmente desinteressada pelo o espetáculo que rolava no palco,enviavamensagens pelo celular, constantemente, enão satisfeita com a indelicadeza com os atores que atuavam, a cada troca de mensagens, mostrava e comentava comseu acompanhante.

A situação foi tão acintosa que os artistas, do palco, perceberam o que estava acontecendo. Durante o intervalo, o elenco comentou o desconforto que a jovem estava causando. No segundo ato, sem deixar de representar sua personagem, Patti LuPone apertou a mão da mulher, arrancou-lhe o celular e o entregou ao diretor de cena.

LuPone desabafou ao New York Timesque está cada vez pior. A falta de educação de algumas pessoas está acabando com sua paciência e já admite abandonar os palcos. Todo o esforço para ser convincente ao representar um personagem pode ser destruído por causa dessas pessoas, conforme divulgou o Diário de Notícias de Lisboa.

Parece que a atriz ficou realmente muito chateada com o episódio, poiscriou o manual de etiquetas para o espectador, mostrado no programa Estúdio i. Intitulado de os 5 Mandamentos do Espectador, LuPone escreveu:

  • 1 - Trate bem seu vizinho depoltrona. A não ser que ele seja daqueles que falam alto.
  • 2 - Desligue todos os seus aparelhos eletrônicos e preste a atenção na peça
  • 3 - Evite comer e beber na poltrona. O Teatro merece respeito. O teatro não é a sua cozinha.
  • 4 - Não se sinta na obrigação de aplaudir de pé tudo o que você vê.
  • 5 - Chegue no teatro com a expectativa de ser transportado para um outro mundo. Afinal, não foi para isso que você comprou os ingressos?

Patti LuPone escreveu o que entende ser o manual de boas maneiras, no teatro, pensando na platéia americana, no entanto, a falta de respeito em ambientes públicos, é universal.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Relacionamento

Se aplica lá, tanto quanto cá.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo