Mesmo famosa e considerada uma das melhores escritoras, E.L. James não escapou de ser taxada de "Homofóbicae Péssima Escritora". Ela participou, na noite de segunda-feira (29), de uma sessãode perguntas e respostas no twitter: a intenção da escritora era apenas a ampladivulgação de seu novo livro ‘Gray’.

Porém, o que deveria ter sido apenas um bate papotransformou-se numa lista de críticas irônicas de usuários do microblog. Muitoscriticavam a má qualidade de sua escrita e a relação controversa entre os personagens principais do filme.

A autora submete-se a sabatina de perguntas dos fãs e seirrita. Veja a seguir algumas delas: "Depois do sucesso de Gray, você irá contar novamente ahistória de espectativa de uma pessoa que saiba escrever?".

Alguém perguntareferindo-se ao novo livro de James, que conta o mesmo enredo erótico do filme,visto através da ótica do galã sádico, Christian Gray.

"O que lhe causa mais ódio, a independência de uma mulher oua língua inglesa?" "Você é paga ao utilizar um adjetivo?", "Já pensou emutilizar o dicionário?", "Seria muito difícil aumentar o vocabulário?".

Esses foram alguns dos comentários maldosos que fãs fizeram.O alvo das ironias foi a estranha relação de poder e submissão vivida pelocasal Ana e Christian.

"Pelo fato de ser bonito e rico é aceitável que Gray persiga,manipule e ameace Ana?"

Um outro fã disse que a escritora era tão homofóbica narealidade quanto na ficção, referindo-se às criticas que ela recebeuanteriormente após recusar Matt Bomer para o papel de Christian por ele ser gayassumido. O ator era o favorito dos fãs que não a perdoam.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Famosos Literatura

Depois de tantos comentários ruins sobre seu livro, E.L.irritada resolveu bloqueá-los, mas um comentário persistiu: "Você poderia desbloquear e me perdoar por fazer piadas doseu livro horrível?".

Segundo o que o jornalista do The Guardian, Dean Burnett, comentouem seu microblog, a grande lição que fica para E. L. James é que "hoje eladescobriu que se ‘muitas pessoas comprarem o meu livro’, não significa que ‘todosgostem de mim’".

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo