A boa forma de Kim Kardashian sempre chamou a atenção, muito mais do que seus trabalhos. Após o nascimento da sua primeira filha, Kim impressionou a todos com o emagrecimento e a silhueta renovada, isso em poucos meses após o nascimento de North. Agora a morena espera seu segundo filho com o cantor Kanye West. Porém, antes de engravidar, a dieta de Kim Kardashian contava com um cardápio diferenciado, que mantinha a moça livre das gordurinhas indesejadas.

A socialite e o cantor Kanye tiveram o acompanhamento de uma nutricionista, que fez mudanças no cardápio do casal a cada dez dias.

A morena assumiu ser viciada em pasta de amendoim e chá gelado, que foram liberados para o consumo. A profissional também trouxe adaptações de acordo com a rotina da família. Kim diz querer ser uma motivação para quem procura uma vida mais saudável e emagrecer com saúde. O casal assume que não mantinha uma alimentação regrada, por essa razão o auxílio da nutricionista foi fundamental para a mudança.

Dieta de Atkins

O plano alimentar que Kim Kardashian adotou origina-se da dieta de Atkins, que segundo o site Mundo Boa Forma, baseia-se em um cardápio que fornece o consumo de carboidratos baixo e possibilita a ingestão de alimentos como aves, carnes magras, frutas, peixes e vegetais.

Essa dieta tem controvérsias, pois ela pode emagrecer, mas também ajudar a ganhar alguns quilos, por isso é importantíssimo o auxílio de um profissional para avaliar cada caso.

O peso que é eliminado no início da dieta é decorrente da eliminação de água do corpo, ou seja, se houver o consumo de farinhas, como pães, biscoitos e amidos, existe a chance de os quilos perdidos voltarem. A dieta gera polêmica por considerar os carboidratos, os vilões para o emagrecimento efetivo, o que é debatido por alguns nutricionistas.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Famosos Dieta

No plano alimentar de Kim Kardashian esse grupo de alimento são excluídos do cardápio.

Com o baixo consumo de carboidratos e o alto consumo de proteínas, o corpo é induzido a queimar calorias, e converter em energia, já que teve a redução de carboidratos no organismo. Apesar de emagrecer, essa dieta não é recomendada para a vida toda e deve ser seguida com o auxílio de um nutricionista e em um curto período de tempo, pois não contém vitaminas e nutrientes, que são fundamentais para a saúde do corpo.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo