Quem é a maior audiência das manhãs? Ana Maria Braga, Fátima Bernardes ou será o 'Bom Dia Brasil'? Se você respondeu qualquer uma dessas três alternativas, errou. O maior Ibope no horário matutino é a TV por assinatura, que na grande São Paulo já marca 7 pontos. No último dia 18, por exemplo, o canal da família Marinho marcou 6 pontos, três décimos a menos do que os canais pagos. Cada ponto representa cerca de 67 mil domicílios na maior cidade do país. 

Os dados que evidenciam o declínio da TV aberta no país foram destaques da coluna de Ricardo Feltrin neste sábado, 26. Só nos último s cinco anos, a TV a cabo cresceu cerca de 135%.

Apesar do aumento do uso da internet, até agora não se viu uma diminuição no número de televisores ligados. Ou seja, as pessoas não pararam de ver Televisão, apenas estão dividindo sua atenção com mais e mais coisas. 

A migração em massa dos telespectadores de canais como Globo, SBT e Record para a TV a cabo também reflete a subida de boa parte dos brasileiros para a classe média. O serviço também foi ficando mais barato e o que parecia ser um luxo, agora virou necessidade de primeira mão.

Apesar da queda da Globo, a emissora ainda é líder de audiência no horário nobre e na TV aberta é o canal com mais Ibope, ficando bem longe de suas concorrentes, mesmo até quando tem um sucesso pontual, como a novela bíblica 'Os Dez Mandamentos', exibida pela TV Record.

Em setembro, a TV paga teve 7 pontos e 22% de share no horário da manhã.

Os melhores vídeos do dia

A Globo ficou em segundo lugar e obteve 6,7 pontos. O SBT teve quase 1 pontos a mais do que a Record, tendo o terceiro lugar na grande São Paulo com 5,5 pontos. Já a Record teve 4,7 pontos.  A Rede Bandeirantes foi a quinta mais assistida com 1,5 pontos e 4,6% de share. Já a RedeTV! teve 0,7 pontos. 

Mesmo com o crescimento gritante da TV por assinatura, os canais abertos somados dão uma tremenda surra no serviço por assinatura. São em média 20 pontos da TV aberta contra 7 da TV a cabo. Ou seja, só em São Paulo no período da manhã temos quase 30 pontos de audiência em disputa. Isso representa de 5 a 7 milhões de paulistas assistindo TV.