Alfonso Herrera, o ator mexicano e ex-RBD, que ficou famoso no Brasil depois da sua participação na novela Rebelde, foi nomeado pela revista GQ do seu país como “ator do ano de 2015”. O nome de Alfonso já é habitual na lista dos “homens do ano” daquela publicação, mas neste ano conseguiu alcançar um dos prêmios mais cobiçados, a de melhor interpretação masculina.

Foi por causa da sua participação no seriado “Sense8” que o ex-integrante do RBD conseguiu essa cobiçada nomeação.

Publicidade
Publicidade

O seriado é escrito, produzido e dirigido pelos irmãos Wachowski, os mesmos cineastas responsáveis pela trilogia “Matrix”, e pode ser assistido pelo Netflix. “Sense8” conta a história de oito pessoas que, de um dia para o outro, ficam ligadas mentalmente e têm de se unir para escapar a várias ameaças, pois não são bem aceitas pelo restante da população.

Em “Sense8”, Alfonso Herrera é Hernando, o amante secreto de Lito Rodriguez, um ator que esconde a sua homossexualidade e que é visto pelos fãs como um galã, pelo que não pode nem quer desiludi-las.

Publicidade

Lito é interpretado pelo espanhol Miguel Ángel Silvestre, um ator que também já ganhou vários prêmios no seu país.

No seriado produzido por Lana e Andy Wachowski, as cenas de sexo ousadas são muitas e, também por isso, o seriado já ganhou uma forte base de fãs que parecem estar a transformar essa produção numa série de culto. A segunda temporada de “Sense8” já está confirmada, o Netflix já garantiu a sua continuação e parece ter também confirmado que Alfonso Herrera continuará fazendo parte do elenco fixo da trama.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Televisão

A carreira do galã mexicano ex-RBD confirma-se assim num excelente momento. Além da sua participação nessa obra dos Wachowski, Alfonso Herrera vai estrear dois filmes em 2016: “El Elegido”, do diretor espanhol Antonio Chavarria, e “Urban Cowboy”, uma produção para a Televisão, dirigida por Craig Brewer, o diretor do popular filme “Entre o Céu e o Inferno”.

Qual a sua opinião? Você acha que esse prêmio da GQ foi merecido para o ex-integrante do RBD? Conte para a gente nos comentários!

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo