Vale tudo pela beleza? Quando o problema não é dinheiro, por que não, né? Pois é, pensando assim, o cantor sertanejo Luciano, que faz a segunda voz na dupla com o irmão Zezé di Camargo, decidiu renovar suas madeixas nesta segunda-feira, 23. E para isso, ele recorreu a um implante capilar considerado renovador no mercado da beleza. Luciano foi até à Clínica Muricy, localizada em Pinheiros, São Paulo, para transplantar fio a fio de sua cabeça. A técnica, chamada em inglês de FUE, significa na tradução aportuguesada "Extração de Unidades Foliculares". O folículo é o pelo da cabeça, o cabelo. 

Para realizar a renovação da cabeça, Luciano ficou oito horas deitado e aguentando o tempo para ficar, teoricamente, mais bonito.

O procedimento conta com uma anestesia local e folículos são retirados de um lugar com cabelo, um a um, e depois, colocados onde não nasce mais nada, na parte careca. 

Ao todo, 3.100 unidades foliculares, o que dá uma média de sete mil fios de cabelos, foram transplantados na cabeça de Luciano. O procedimento é considerado delicado, é caro e demorado, mas não deixa marcas. Isso porque, na hora do transplante, é usada uma agulha específica. Tudo para evitar traumas na raiz do couro cabeludo. "Quero ver meu cabelo voar como o vento", disse entusiasmado o filho de Francisco e irmão de Zezé di Camargo. 

A parte posterior da cabeça é a que faz as doações para a da frente. Mesmo com pessoas muito carecas, essa é a parte menos afetada nas quedas de cabelo. Isso porque, ainda na gestação dos bebês, as células que fazem parte dessa região são diferentes das restantes da cabeça.

Os melhores vídeos do dia

A informação foi explicada pela dermatologista que fez o tratamento em Luciano em entrevista ao site UOL. Angélica Muricy Sanseverino já fez o mesmo procedimento em outras figuras da mídia, como no ator Marcos Pasquim.

No ator global, o foco foram as entradas e a coroa. Já Luciano precisará ficar três dias evitando mexer na região onde o procedimento foi feito. Tudo para dar repouso aos folículos transplantados. Não pode passar a mão, tampouco uma toalha, por exemplo.