A lista dos indicados ao Oscar 2016 já saiu, e pelo segundo ano consecutivo os atores negros não estão entre os contemplados, fato que deixou a presidente da Academia, Cheryl Boone, desapontada. Para quem não sabe, Boone ocupa esse posto desde 2013 e foi a primeira negra a assumir um cargo de tamanha expressão na indústria cinematográfica.

De acordo com ela, há um esforço considerável para promover essa diversidade, entretanto, o resultado desse progresso ainda é lento.

As críticas não param por aí, uma vez que a maior parte dos membros é majoritariamente de brancos e mais velhos.

Em 2015, após o anúncio dos indicados, os usuários das redes socais se manifestaram com uma avalanche de hashtags: #OscarMuitoBranco, #OscarsSoWhite, #OscarAindaMuitoBranco, entre outras. Este ano, não deve ser diferente.

Mesmo diante de nomes fortes e muito elogiados, por sinal, como Will Smith ("Um Homem Entre Gigantes"), Idris Elba ("Beasts of No Nation"), Michael B.

Jordan ("Creed: Nascido para Lutar") e Samuel L. Jackson ("Os Oito Odiados"), a Academia optou por não indicá-los.

Não só os atores negros ficaram de fora, já que "Straight Outta Compton: A História do N.W.A", também não participa da competição. O filme que conta a história da formação do grupo de rap N.W.A se destacou como grande sucesso comercial nos EUA. O Sindicato de Atores de Hollywood (SAG) classificou os atores do filme como o melhor elenco. Entretanto, a Academia incluiu apenas o melhor roteiro original, deixando de fora o diretorF. Gary Gray.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Cinema

Passos lentos para a mudança

Em julho do ano passado, alguns artistas negros como Gugu Mbatha-Raw, David Oyelowo e F. Gary Gray, foram convidados para fazer parte da cúpula. Recentemente, uma iniciativa denominada de A2020 foi implementada no intuito de oferecer mais acesso às minorias e trabalhar melhor essa questão da diversidade, ou seja, uma maneira de incentivar a indústria cinematográfica a pensar fora da caixa.

Ao que tudo indica, o humorista Chris Rock deve comandar a 88ª edição do Oscar.

Conte aí o que você pensa sobre as indicações deste ano.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo