O apresentador Augusto Liberato teve durante mais de uma década a ajuda da jornalista Silvana Kieling para contar histórias emocionantes em seu palco, na época em que ele ainda trabalhava no 'Domingo Legal', do SBT. Ao todo, foram 13 anos ao lado do dono do hit 'Meu Pintinho Amarelinho', mas atualmente a profissional da mídia está sem trabalho na Televisão. Em entrevista ao portal de notícias UOL, ela contou que seu sonho é voltar a estar na telinha ao lado de Gugu e que tem tentado isso nos últimos tempos. 

Sem trabalho na televisão desde o ano de 2014, quando ela foi dispensava da TV Bandeirantes com o fim do 'Tá na Tela', apresentado por Luiz Bacci, Silvana Kieling precisou pensar em como ia se manter para sobreviver.

A ideia dela foi montar um negócio com roupas fitness. Ela usa o seu nome nos produtos, mas a atual crise financeira do país tem prejudicado os negócios. A loja da repórter foi aberta em um bairro nobre de São Paulo e o negócio foi feito em um momento de desemprego. Trabalhando como vendedora, Silvana diz que tem jeito mesmo é com televisão. 

Kieling é formada em jornalismo há quase 40 anos e em 2014 decidiu ter um "Plano B". Ela disse que desemprega precisava de uma maneira para pagar as contas, já que não tinha nenhuma outra fonte de renda a não ser seu trabalho como jornalista. O fato dela sempre ser ligada ao ambiente fitness ajudou na escolha. 

Jornalista pede ajuda

Como seus negócios não estão indo bem, Silvana agora pretende pedir ajuda a outros colegas de profissão e tentar arranjar um novo emprego na telinha.

Os melhores vídeos do dia

Ela revelou que já até entrou em contato com o atual diretor de Augusto Liberato se não haveria uma vaga na equipe do apresentador, mas ouviu dele que a Record só trabalha com o pessoal que já é contratado do jornalismo da casa. 

De acordo com a jornalista, até hoje nas ruas ela é conhecida por ter sido repórter do Gugu. Ela saiu da atração quando o 'Domingo Legal' parou de fazer matérias de cunho jornalístico, investindo mais na área de entretenimento.