A humorista do YouTube Romagaga, passou a ser perseguida em sua rede social no Facebook, no último domingo (14). Um grupo com mais de 10 mil membros se juntou e começou a xingar a artista, em sua foto de perfil na página onde havia quase dois milhões de seguidores. Romagaga tem orgulho de ser travesti e sempre fez a alegria de seus fãs em trabalhos que repercutiram nas redes sociais. Ao ler as ofensas ela postou um vídeo no seu Facebook, chorando e muito assustada com os comentários onde alguns chegaram ameaçar de morte a famosa.

Além de sempre divertir os jovens, adultos e até crianças com seus vídeos irreverentes, a personagem loira que começou em vídeos defendendo artistas como Lady Gaga, hoje faz shows em teatros com um número grande de público.

Romagaga já esteve com artistas como Preta Gil e Cláudia Raia, a foto que foi bombardeada pelo grupo foi uma onde a humorista aparece com a atriz.

Após descobrir que a amiga estava sofrendo ataques de um grupo no Facebook e ao ver o desespero que ela se encontrava, a Mc Trans que trouxe a artista para a sua casa, postou em sua página na rede social, a sua indignação com o fato. Na publicação feita, ela conta que a amiga está sendo atacada com comentários de ódio. “Romagaga está sendo atacada por um grupo de homofóbicos que estão humilhando, xingando e ameaçando usando mais de 10 mil fakes, um grupo escroto comandado por alguém que em breve vai ser descoberto”. No domingo (14), assim que a Mc Trans chegou a sua casa e se deparou com a Romagaga aos prantos elas decidiram ir à delegacia onde fizeram uma denúncia contra as pessoas que aproveitaram do anonimato da rede social para praticar homofobia.

Os melhores vídeos do dia

O caso está sendo investigado pela polícia, mas Romagaga não aguentou a perseguição e depois de tantas ofensas declarou em vídeo o fim da personagem, desativou sua página no Facebook e raspou a cabeça.

Amigos e fãs da humorista enviaram mensagem de apoio a Romagaga e perguntaram por ela na página da amiga Mc Trans que agora mais do que nunca está lutando contra o preconceito em suas redes sociais. No Facebook, ela garante que Romagaga está decidida a parar e pede para que os seus seguidores orem e mandem energia positiva neste momento difícil da carreira da artista. Ela também explica que o motivo não foi só a perseguição de domingo, mas outras coisas que já ocorreram na vida da Romagaga, “o preconceito às vezes é capaz até de matar, causar depressão”, conclui a funkeira.