Um dos vídeos que mais está rodando no Facebook ultimamente é o de Terry Crews. Normalmente celebridades, comediantes e outras figuras publicamente conhecidas estão sempre aparecendo por exposição de talento ou vergonha, mas algumas raras vezes elas deixam os holofotes que as iluminam para compartilhar seus reais sentimentos. O ator, que ficou famoso por interpretar Julius Rock na série “Todo Mundo Odeia o Chris” e pela sua participação no filme “As Branquelas”, fez isso ao lançar um vídeo de desabafo na sua conta da rede social na última quinta-feira (11).

Nele, Terry confessa ter tido problema com pornografia, ao ponto de sua esposa querer deixa-lo alegando que “não o conhecia mais”. Ele conta que esse “segredinho sujo” o afligiu por anos, pois não conseguia contar para as outras pessoas e isso bagunçou demais a sua vida de diversas formas. “Quando eu digo ruim, algumas pessoas negarão e dirão: ‘ei cara, você não pode ser de fato viciado em pornografia.

Não tem como’. Porém, vou dizer algo para vocês: se o dia vira noite e você continua assistindo, você provavelmente tem um problema”, o ator alertou.

Terry relata que a internet permitiu que seu segredo ficasse parado e crescesse, então, quando percebeu a gravidade do problema, precisou ir à reabilitação. Segundo ele, lá aprendeu o quanto esse vício ganhava poder só por não contar dele às outras pessoas, mesmo as mais próximas.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Relacionamento

Quem sofre com esse mal passa a ver os outros como objetos. “Você começa a mudar a forma como vê as pessoas. Elas se tornam coisas para serem usadas, em vez de pessoas para serem amadas”, o ator comenta, mencionando que procurou ajuda por si mesmo e está livre há seis ou sete anos.

Terry disse que expos isso ao mundo para ajudar quem precisar desabafar sobre esse problema, e pediu para todos, mesmo quem não estiver de acordo, ficarem à vontade caso queiram conversar com ele.

“Não batalhamos com pessoas, batalhamos com pensamentos. Você batalha com pensamentos que tentam por pessoas para baixo”, afirma. De fato, a verdadeira batalha acontece dentro de cada um de nós, e é importante sempre estar fazendo uma análise de si mesmo, porque quando você se recicla tem a oportunidade de melhorar as pessoas e o mundo para todos viverem juntos.

Talvez mais gente comece a botar a mão na consciência para encontrar seus próprios problemas ao invés de procurar defeitos nos outros.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo