No fim do ano passado, a Televisa, pegando todos os fãs de surpresa, resolveu retirar todos os seus conteúdos do YouTube e de sites de download. No começo, o canal não emitiu nenhuma nota explicando o motivo pelo qual fez isso, mas em fevereiro deste ano tudo ficou mais claro. A retirada dos conteúdos se deve ao lançamento da plataforma ondemand da própria Televisa, intitulada 'Blim', onde serão postadas as Novelas mais recentes do canal, mas infelizmente a plataforma não tem previsão para estar disponível aqui no Brasil.

O YouTube, até o momento em que a Televisa impediu, era o principal meio que os fãs brasileiros tinham para assistir as novelas mexicanas que outrora foram exibidas pelo SBT (ou não). Alguns capítulos ainda estão disponíveis, mas em baixa qualidade e com vários cortes, além das tramas estarem totalmente incompletas. Até o momento, a Televisa não se pronunciou oficialmente a respeita de uma possível chega da plataforma 'Blim' ao Brasil, ou até mesmo a volta de seus conteúdos no Youtube brasileiro, a única coisa que se sabe é que, muito em breve, a Netflix também deixará de abrigar qualquer conteúdo da Televisa.

Quem confirmou foi o filho de Roberto Gómez Bolaños, que atualmente é diretor da rede de TV mexicana.

Atualmente, a Netflix disponibiliza algumas novelas mexicanas que foram sucesso aqui no país, como 'Rebelde' e 'Coração Indomável, além das séries Chaves e Chapolin. Muitos fãs e fóruns relacionados a novelas mexicanas ou as séries de Chespirito, especulam que o SBT possa ter influência no bloqueio dos conteúdos no YouTudo. Todavia, a informação não procede, tendo em vista que esses conteúdos são produzidos e distribuídos pela Televisa em qualquer parte do mundo, o SBT apenas exibe esses conteúdos no Brasil.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Novelas Televisão

Em 2014, quando SBT e Televisa firmaram um novo acordo de parceria, a empresa mexicana declarou que um dos principais objetivos do grupo na América Latina era fortalecer e investir no Brasil, mas, pelo visto, isso não acontece até o presente momento.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo