Rita Marrafa de Carvalho sentiu-se ofendida com as palavras proferidas pelo advogado Brandão de Melo, comentarista da crônica criminal do programa 'Você na TV', do canal português líder de audiências, TVI. Tudo aconteceu quando o advogado foi chamado pelo apresentador português, Manuel Luís Goucha, para falar sobre um caso ocorrido na Amora, conselho do Seixal, distrito de Setúbal.

O caso em questão dizia respeito a uma troca de tiros ocorrida num estabelecimento comercial, 'Selfie Bar', desencadeada por uma discussão entre dois clientes, que terminou com agressões físicas a um deles, por parte de amigos do outro cliente em questão.

O cliente agredido se defendeu a tiros, utilizando uma arma de fogo que transportava consigo, uma vez que é policial. A polícia foi chamada e conseguiu prender dois dos agressores, deixando escapar os outros 13, que foram depois apresentados ao juiz por crimes de tentativa de homicídio. Em relação ao policialagredido, durante o seu dia de folga, este foi levado para o hospital com vários hematomas no corpo, um braço quebrado e a língua rasgada.

Ajornalistada RTP não gostou de ouvir aquilo que o "doutor Brandão de Melo" disse sobre a localidade em questão, local onde Rita Marrafa de Carvalho cresceu e tem família. A jornalista utilizou o Facebookpara manifestar a sua indignação, chegando a escrever que o advogado tinha perdido "uma bela oportunidade de ficar calado". Isto porque Brandão de Melo insinuou que aquele caso criminal ocorreu numa zona problemática, onde reina a delinquência.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Curiosidades

Chegando também a insinuar que o bar onde ocorreu o fato era um espaço onde existem "copos à borla, pequena corrupção entre a polícia" e que nunca deve ser frequentando por policiaisde folga, muito menos a horas tardias. A jornalista Rita Marrafa de Carvalho, no texto publicado nas redes sociais, deixa, ainda, uma sugestão para os proprietários do Selfie Bar, de processarem o advogado por difamação.

E ainda escreve que deseja boa sorte para que o "Doutor não precise de um policialnunca na vida".

Em todo o caso, essa não é a primeira vez que a jornalista da RTP utiliza asredes sociaispara manifestar a sua indignação, tendo sido condenada por difamação pelos comentários que proferiu no seu Facebookem relação à jornalista e apresentadora portuguesa de Televisão, Felipa Garnel.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo