Um homem de 30 anos que se intitulava "fã" de Ana Hickmann tentou matá-la neste sábado (21) em um hotel luxuoso de Belo Horizonte. O acontecido chocou a todos e não se fala em outra coisa, entretanto, quem assistiu ao Jornal Nacional estranhou que nada foi dito a respeito.

O JN simplesmente ignorou um dos fatos mais chocante desta semana. Nem um minuto sequer foi reservado para mostrar um ato que poderia ter acabado com a vida da apresentadora da Rede Record e este é o único motivo que levou a emissora a ignorar o fato, pois a modelo trabalha no canal concorrente.

Usuários do Twitter logo protestaram como o jornalista Milton Neves que logo reclamou: "Mesquinharia ou Ibope avarento?", o jornalista ainda comentou que sua colega de Record quase foi assassinada e o JN simplesmente ignorou.

Um outro internauta chamou de "absurdo" o fato do Jornal Nacional ignorar o ocorrido na capital mineira e que chocou o país. Outro criticou o fato da Globo não citar o ocorrido com a modelo só porque ela trabalha na Record.

Mas quem mora em Minas Gerais pode acompanhar pelo "MGTV" uma matéria com duração de pelo menos 5 minutos mostrando o atentado contra a apresentadora. O telejornal local da Globo Minas não se importou em divulgar o atentado sofrido pela apresentadora da Record, mas o "Jornal Nacional" julgou que não era uma notícia para ser mostrada a nível nacional.

Entretanto esta foi a notícia mais comentada hoje nas redes sociais e todas as mídias deram uma ampla cobertura ao fato.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Televisão

Ana Hickmann estava em Belo Horizonte a trabalho, hospedada em um luxuoso hotel no bairro Belvedere. Um fã se hospedou no mesmo local já com o plano em mente.

A modelo estava no quarto acompanhada de sua cunhada, Giovana, enquanto seu cunhado vinha pelo corredor e foi abordado pelo sujeito que o levou para o quarto e colocou todos de costas.

Por duas vezes o atirador disparou na direção de Ana Hickmann, mas acabou acertando Giovana.

O cunhado da apresentadora entrou em luta corporal com o sujeito conseguindo tomar sua arma e disparando contra ele, que morreu no local. Giovana foi levada para o Biocor, onde foi prontamente atendida e já está fora de risco.

O “Jornal Nacional” preferiu considerar tudo isto como um caso simples, sem necessidade de ser mostrado ou comentado. Nem 1 minuto foi dedicado ao ocorrido com Ana Hickmann.

Vale ressaltar que pouquíssimo tempo depois do atentado contra Ana Hickmann, somente a Band fazia a cobertura ao vivo, enquanto que a própria Record ignorava o fato e prosseguiu com sua programação normalmente.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo