O ator Marcelo Serrado optou por afastar-se da Internet depois de protagonizar algumas polêmicas nas redes sociais, porém, na última quinta-feira (26), ele resolveu que já estava na hora de reaparecer e o fez em grande estilo, postando a foto de um tubarão, referindo-se à situação do país, "um devorando os outros".

Aproveitando para desabafar em seu Instagram, o global disse que seu voto tinha sido para Lula e que na política, as pessoas tinham o direito de ter pensamentos diferentes e até fez citações, como "a internet deu voz aos idiotas", frase do saudoso escritor Umberto Eco.

Em seu post no Instagram, o ator da TV Globo diz que foi atacado por internautas que se revoltaram por ele mostrar sua posição política publicamente, mas que agora está de volta e a foto do tubarão é para mostrar uma realidade que muitos teimam em não ver, um devorando os outros.

Serrado diz que internautas maldosos fizeram mais uma postagem irresponsável em cima da sua. O ator, que hoje vive um papel de destaque na novela "Velho Chico", trama da Globo, continua o desabafo dizendo que o Brasil é um país democrático e todos têm direito de pensar diferente, mesmo politicamente.

Segundo ele, as pessoas o estão julgando errado, só porque posou para uma foto ao lado do senador Jucá, dizendo "Olha ele aí". Ele reclama que isso não quer dizer nada e dispara que de fato a internet deu voz aos idiotas. O ator garante que não está generalizando e sabe que no meio tem muita gente do bem, mas muitos carecem de informações. O global explica que foi à Brasilia, onde fez pesquisa no congresso para poder encarnar seu personagem na novela, que é justamente um político. Afirma ainda que as fotos divulgadas foram tiradas pelo fato dele ser uma figura conhecida da televisão.

Os melhores vídeos do dia

Todos queriam uma foto ao lado dele, inclusive, a moça do cafezinho, o Jean Willis, o Romário e muitos outros. "Isso é lamentável", diz magoado.

E para encerrar, Serrado diz que prefere não discutir mais uma política que prega conceitos que não acredita. Se ele votou no PT é porque acreditava no partido, que até fez coisas boas, mas corrupção existe e todos acabam se vendendo, concluiu ele.