Quem acompanha a novela desde o início sabe do sonho da nossa querida e amada vilã, Carolina Castilho, de ser mãe.

Infelizmente, Carol não pode ter filhos. Capítulos atrás descobrimos que a jornalista é estéril. Carol ficou arrasada, mas com ajuda do seu amigo Pietro, ela decide adotar uma criança. Ela fará visitas a um orfanato onde encontrará um garoto de 7 anos, Gabriel, o qual ficará totalmente apaixonada e decidirá adotá-lo.

Nessa altura do campeonato, a editora de moda já estará sendo processada pela sua rival, Eliza, por injúria, lesão corporale difamação, e pode ter seus sonhos jogados no lixo devido o processo.

Desesperada, irá em busca de sua rival, implorar para que ela retire a acusação e possa adotar o Gabriel. Carol apela para ruiva de um modo lindo e encantador, de um jeito que só uma mãe pode pedir por um filho.

Eliza fica comovidaao ver o desespero e a capacidade de amar de sua rival e irá falar com o seu advogado de imediato para cancelar o processo, mas já será tarde demais, pois a audiência já estará marcada e ela terá que pegar pelo seus crimes.

Sabendo disso, Carol irá procurar o colo da sua irmã, Dorinha, para desabafar. Dirá que não vai ficar ali no chão derrotada, irá lutar pelo Gabriel. O sonho de ser mãe é mais forte que qualquer coisa.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Novelas

O que a jornalista ainda não sabe é que a criança que ela quer adotar é soropositiva, ou seja, portadora de HIV. Isso ela só descobrirá após ter permissão para passar um fim de semana com o menino e ter que dar algumas "vitaminas" para ele. A assistente social temeu acabar com as únicas chances do menino de ter um lar, pois apenas 3% dos candidatos aceitam adotar uma criança soropositiva. Carol ficará em choque ao descobrir e diz que precisa de um tempo por achar que devido o processo ela não possa adotá-lo.

Segundo a assistente social, o juiz pode se sensibilizar e aceitar a adoção por saber que talvez essa seja a única chance do Gabriel sair do orfanato antes dos 18 anos.

"O que eu mais quero é que ele seja meu filho", dirá a editora de moda.

Ninguém é feito apenas de maldade ou apenas de bondade, e a jornalista Carolina Castilhomostrou isso, e acabou se tornando admirada por muitos telespectadores. Ela é uma pessoa que erra, mas também acerta.

Fiquem ligados nos próximos capítulos!

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo