Os produtores e boa parte do elenco da série “Game of Thrones” compareceram ao maior evento da cultura pop e geek dos últimos tempos, a San Diego Comic-Con 2016, em que a HBO garantiu um painel onde os presentes debateram assuntos a respeito do futuro da trama e responderam a perguntas a respeito dos eventos ocorridos.

Os presentes, incluindo o diretor Miguel Sapochnik – que não estará na sétima temporada –  opinaram sobrem quem gostariam que terminasse sentado no Trono de Ferro.

Confira as respostas (o conteúdo abaixo pode conter spoiler)

Liam Cunningham (Sor Davos) - “A única dica deixada por George R.R. Martin é que o final será agridoce...

Então imagino um Caminhante Branco no Trono de Ferro, com as pernas cruzadas, queimando um charuto cubano, mas quem sou eu pra opinar?”.

John Bradley (Sam Tarly) - “Caso eu acerte, todos voltarão a este momento e dizer que estraguei tudo. Então por questão de lealdade, eu escolheria Jon Snow”.

Iwan Rheon (Ramsay Bolton) - “Derretam essa cadeira e estabeleçam uma democracia!”.

Conleth Hill (Varys) - “Eu sei o que acontece no final, então não posso dizer”.

Sophie Turner (Sansa Stark) - “Acho que gostaria de ver Petyr Baelish como rei, seria legal. Bárbaro. E adoramos coisas assim”.

Nathalie Emmanuel (Missandei) – “Também por questão de lealdade eu escolheria Daenerys, ela é uma boa garota. Mas estou muito empolgada com a possível união dos Stark”.

Faye Marsay (The Waif) - “Vou optar por Arya Stark, mesmo porque se eu não dissesse o nome dela, Maisie me espancaria com um bastão”.

Os melhores vídeos do dia

Isaac Hempstead Wright (Bran Stark) – “Minha visão para o final da saga é que Jon Snow governe os Sete Reinos, Arya espanque pessoas que mereçam, Sansa como Mão do Rei e Bran sentado num canto observando”.

Kristain Narin (Hodor) - “Acredito que o trono não será tão importante no final. Mas Westeros merece alguém digno e honrado, ao menos uma vez, e Brienne seria uma excelente opção”.

Miguel Sapochnik (diretor) - "Me deixaria feliz se compartilhassem o trono, mas ao que tudo indica, isso não deve acontecer”.